Zakumi - Um leopardo com cabelos verdes é a mascote da Copa 2010
Mascote da Copa do Mundo da África do Sul

A África do Sul escolheu um dos animais de sua rica fauna para ser a mascote da Copa-2010. O leopardo Zakumi se apresenta com corpo amarelo e cabelo verde. Segundo o criador Andries Odendaal, trata-se de um “disfarce” para que o felino possa se esconder no gramado. As cores também fazem menção ao uniforme da seleção dona da casa.

Lançado em setembro de 2008, Zakumi “nasceu” em 1994 – ano no qual a África do Sul começou a viver na democracia e deixou para trás o apartheid. A mascote 'comemora aniversário' no dia 16 de junho, Dia da Juventude no país.

O nome do leopardo se baseou nos termos “za”, de “África do Sul” (em um dos idiomas locais), e “kumi”, que em diferentes línguas africanas significa “dez”. O termo pode ser interpretado como “vem aqui” em algumas línguas africanas. Segundo seus criadores, Zakumi possui “espírito aventureiro, espontaneidade e muita energia” para animar os torcedores.

Estatísticas da Copa
Período: 11 de junho a 11 de julho de 2010
Total de jogos: 64
Gols marcados: 145
Média de gols: 2,26
Artilheiros: Thomas Mueller (Alemanha), David Villa (Espanha), Wesley Sneijder (Holanda) e Diego Forlán (Uruguai) 05 gols
Público total: 3,18 milhões
Média de público: 49.687 pessoas

Mais estatisticas e curiosidades
18.449 voluntários, o mais velho entre eles com 80 anos de idade, tiveram um papel fundamental no sucesso da primeira Copa do Mundo da FIFA realizada na África.

669 tentativas de passe foram feitas por Xavi durante o torneio, 104 a mais do que o seu concorrente mais próximo, Bastian Schweinsteiger. Xavi também alcançou o segundo maior número de cruzamentos, um total de 42, atrás apenas de Diego Forlán, com 50.

559 minutos sem sofrer gol foi o tempo que permitiu à Suíça estabelecer o novo recorde da Copa do Mundo da FIFA. Os suíços ultrapassaram a marca anterior da Itália, de 550 minutos.

261 faltas foram cometidas na África do Sul 2010, uma redução significativa em relação à Alemanha 2006 (346). O resultado disso é que o número de expulsões também diminuiu consideravelmente: apenas 17 cartões vermelhos contra 26 de quatro anos atrás.

117 minutos foi o tempo de que Andrés Iniesta precisou para marcar o dramático gol da vitória contra a Holanda, o período mais longo para a definição do placar em finais da Copa do Mundo da FIFA.

39 anos e 330 dias fizeram de David James o jogador mais velho do torneio sul-africano. O detentor dos títulos de mais velho jogador de linha e mais velho jogador a marcar um gol foi o mexicano Cuauhtémoc Blanco, com 37 anos e 156 dias. Christian Eriksen, da Dinamarca, foi o jogador mais jovem na África do Sul, com 18 anos e 120 dias.

31 arrancadas deram ao espanhol Sergio Ramos a condição de maior driblador do torneio, à frente de candidatos mais prováveis como Lukas Podolski (27), Andrés Iniesta (26), David Villa e Lionel Messi (ambos com 25).

22 tentos assinalados no Estádio Green Point deram à arena da Cidade do Cabo a primeira posição entre as dez sedes da África do Sul. O Soccer City, de Johanesburgo, que teve as suas redes balançadas 20 vezes, ficou em segundo lugar.

22 jogadores foram utilizados pela Alemanha ao longo do torneio, o maior número entre todas as equipes. Em contrapartida, os selecionados da Eslovênia, Nova Zelândia e Coreia do Norte colocaram em campo apenas 15 atletas.

19 faltas fizeram de Keisuke Honda, do Japão, o improvável líder de infrações cometidas na competição. Os finalistas Sergio Ramos e Mark van Bommel ficaram logo atrás, com 17 cada um.

14 gols em Copas do Mundo da FIFA foi a marca alcançada por Miroslav Klose, deixando o atacante da Alemanha somente um gol atrás do recordista Ronaldo. Klose agora divide a segunda posição com Gerd Müller.

14 cartões amarelos e um vermelho foram distribuídos na acirrada final entre Holanda e Espanha, mais que o dobro do recorde anterior de uma decisão de Mundial, estabelecido em 1986, quando a Argentina e a Alemanha Ocidental somaram seis cartões.

12 gols foram marcados por jogadores do Bayern de Munique durante a África do Sul 2010, tornando o clube da Bavária o melhor representante na artilharia do torneio. A Inter de Milão, que vencera o time alemão na final da Liga dos Campeões da UEFA deste ano, ficou em segundo lugar com nove gols, enquanto que os jogadores do Atlético de Madri balançaram as redes oito vezes. O Campeonato Espanhol dominou a contagem geral, com os seus jogadores assinalando 29 tentos contra 21 dos atletas da Bundesliga. Na terceira posição ficou a Série A italiana, com 16, seguida pelo Campeonato Inglês, com 12.

8 países possuem agora pelo menos um título da Copa do Mundo da FIFA, depois que a Espanha se juntou ao clube de elite. A Furia tornou-se a primeira seleção a conquistar o Mundial depois de uma derrota no jogo de estreia e a primeira da Europa a erguer a taça fora do próprio continente.

6 edições da Copa do Mundo da FIFA como técnico foi a nova marca estabelecida por Carlos Alberto Parreira, que, ao comandar a sua quinta equipe na competição, também quebrou o recorde de quatro que dividia com Bora Milutinovic.

6 seleções europeias alcançaram as oitavas de final na África do Sul 2010, mas somente três chegaram às quartas — o pior número do Velho Continente. Entretanto, enquanto os cinco representantes sul-americanos passaram aos mata-matas, quatro como primeiros nos seus respectivos grupos, a final foi mais uma vez decidida por selecionados europeus.

3 jogadores — David Villa, Andrés Iniesta e Carles Puyol — marcaram todos os gols da Espanha na África do Sul 2010. Antes disso, nenhuma equipe jamais conquistara a Copa do Mundo da FIFA com menos de quatro goleadores diferentes. Os oito gols assinalados pelo selecionado espanhol marcam a menor contagem entre todos os campeões da competição.

3 irmãos em um mesmo plantel foi outra marca inédita ocorrida na África do Sul 2010. Jerry, Jhony e Wilson Palacios entraram para a história graças à inclusão dos seus nomes na lista dos 23 jogadores de Honduras.

3 assistências foram dadas por Kaká, Thomas Müller, Bastian Schweinsteiger, Dirk Kuyt e Mesut Özil, fazendo destes cinco atletas os criadores mais eficazes do torneio.

2 finalistas da edição anterior da Copa do Mundo da FIFA, a França e a Itália, foram eliminados na fase de grupos pela primeira vez na história. O único fracasso semelhante aconteceu em 1966, quando a Tchecoslováquia sequer se classificou e o Brasil, então campeão, não passou da primeira fase.

2 empates e uma derrota nos três jogos da fase de grupos fizeram do desempenho da Itália na África do Sul o pior da sua história em Mundiais. Os italianos jamais haviam participado da competição sem terem conquistado ao menos uma vitória. A última colocação no grupo também foi um fato inédito. A equipe de Marcello Lippi continua sem vencer em 2010.

2 minutos e 39 segundos foi o tempo que Thomas Müller levou para assinalar o gol mais rápido do torneio na vitória por 4 a 0 da Alemanha sobre a Argentina.

1 selecionado terminou o torneio invicto: o da Nova Zelândia. A inesperada marca foi alcançada quando a série de 14 vitórias seguidas da Holanda durante as eliminatórias e a Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010 foi quebrada na grande final em Johanesburgo.

Pela primeira vez na história a Seleção anfitriã (África do Sul) não passa da 1ª fase.

Premiados da Copa

O Melhor da Copa Artilheiro da Copa
Diego Forlán (Uruguai), "O craque da Copa"; e Thomas Mueller (Alemanha) Artilheiro - 5 gols

Melhor Goleiro A revelação da Copa
Iker Casillas (Espanha) Melhor Goleiro; e Thomas Mueller (Alemanha) Maior Revelação

A Espanha ficou com o Prêmio FIFA Fair Play.

Todos os jogos com horário de Brasília.

GRUPO A

11/06- 11h00 - África do Sul 1 x 1 México, no Soccer City, em Johanesburgo
Público: 84.490 espectadores
Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão); Assistentes: Rafael Ilyasov (Uzbequistão) e Bahadyr Kochkorov (Quirguistão)
Cartões amarelos: Juárez e Torrado (México); Dikgacoi e Masilela (África do Sul)
Gols: Tshabalala, aos 10; e Rafa Márquez, aos 35 do 2° tempo.

África do Sul: Khune; Gaxa, Mokoena, Khumalo e Thwala (Masilela); Dikgacoi, Letsholonyane, Modise e Tshabalala; Pienaar (Parker) e Mphela. Técnico: Carlos Alberto Parreira

México: Pérez; Aguilar (Guardado), Rodriguez, Osorio e Salcido; Márquez, Juárez e Torrado; Franco (Hernández), Dos Santos e Vela (Blanco). Técnico: Javier Aguirre.


11/06- 15h30 - Uruguai 0 x 0 França, no Greenpoint Stadium, Cidade do Cabo
Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão); Assistentes: Toru Sagara (China) e Hee Sang Yeong (Coreia do Sul)
Cartões amarelos: Lodeiro, Victorino, Lugano (U), Evra, Ribéry e Toulalan (F)
Cartões vermelhos: Lodeiro (U), aos 36 minutos do 2° tempo.

Uruguai: Muslera; Victorino, Lugano e Godín; Maxi Pereira, Diego Pérez (Eguren), Arevalo Ríos, Nacho González (Lodeiro) e Álvaro Pereira; Suárez (Abreu) e Forlán. Técnico: Oscar Tabarez

França: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal e Evra; Toulalan, Govou (Gignac), Diaby, Gourcuff (Malouda) e Ribéry; Anelka (Henry). Técnico: Raymond Domenech


16/06- 15h30 - África do Sul 0 x 3 Uruguai, Loftus Versfeld, em Pretoria
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça); Assistentes: Mathias Arnet (Suíça) e Francesco Buragina (Suíça)
Cartões amarelos: Dikgacoi e Pienaar (A)
Cartões vermelhos: Khune (A)
Gols: Fórlan, aos 23 do 1° tempo; Forlán aos 34, e Alvaro Pereira, aos 49 do 2° tempo.

Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Lugano e Godín; Fucile (Fernandez), Diego Pérez (Gargano), Arevalo Ríos, e Álvaro Pereira; Suárez, Forlán e Cavani (Fernandez). Técnico: Oscar Tabarez

África do Sul: Khune; Gaxa, Mokoena, Khumalo e Masilela; Dikgaci, Letsholonyane (Moriri), Tshabalala, Modise, Pienaar (Josephs), e Mphela. Técnico: Carlos Alberto Parreira


17/06 - 15h30 - França 0 x 2 México, Estádio Peter Mokaba, em Polokwane
Árbitro: Khalil al-Ghamdi (Arábia Saudita); Assistentes: Hassan Kamranifar (Irã) e Saleh Al Marzouqui (Emirados Árabes Unidos)
Cartões Amarelos: Franco, Juarez, Moreno e Francisco Rodríguez (México); Toulalan e Abidal (França)
Gols: Hernandez, aos 19, e Blanco (pênalti), aos 33 do 2° tempo

França: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal e Evra; Toulalan, Diaby, Malouda, Govou (Valbuena) e Ribéry; Anelka (Gignac). Técnico: Raymond Domenech

México: Óscar Pérez; Osorio, Moreno, Francisco Rodríguez e Salcido; Rafa Márquez, Juarez (Hernandez) e Torrado; Giovani dos Santos, Vela (Barrera) e Franco (Blanco). Técnico: Javier Aguirre


22/06 - 11h00 - México 0 x 1 Uruguai, no Royal Bakofen, Rustemburgo
Árbitro: Viktor Kassai (HUN); Auxiliares: Gabor Eros (HUN) e Tibor Vamos (HUN)
Cartões amarelos: Hernandéz e Castro (MEX); Fucile (URU)
Gol: Suárez , aos 43 minutos do 1° tempo

México: Pérez, Osório, Rodriguez, Moreno (Castro 11'/2ºT) e Salcido; Rafa Márquez, Torrado e Guardado (Barrera - Intervalo); Giovanni dos Santos, Blanco (Hernandéz 17'/2ºT) e Franco. Técnico: Javier Aguirre.

Uruguai: Muslera, Maxi Pereira, Lugano, Victorino e Fucile; Pérez, Arévalo e Álvaro Pereira (Scotti 31'/2ºT); Forlán, Suárez (Alvaro Fernandéz 39/2ºT) e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.


22/06 - 11h00 - França 1 x 2 África do Sul, no Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Oscar Ruiz (COL); Auxiliares: Abraham Gonzalez (COL) e Humberto Clavijo (COL)
Cartões amarelos: Diaby (FRA)
Cartão vermelho: Gourcuff (França) aos 25 do 1° tempo
Gols: Khumalo, aos 20, e Mphela, aos 37 do 1° tempo; Malouda, aos 25 do 2° tempo.

França: Lloris, Sagna, Gallas, Squillaci e Clichy; Alou Diarra (Govou, 36'/2°T), Diaby, Gignac (Malouda, intervalo), Ribéry e Gourcuff; Cissé (Henry, 10'/2ºT). Técnico: Raymond Domenech.

África do Sul: Josephs, Ngcongca (Gaxa, 12'/2°T), Mokoena, Khumalo e Masilela; Sibaya, Khuboni (Modise, 32'/2°T), Pienaar e Tshabalala; Mphela e Parker (Nomvethe, 23'/2°T). Técnico: Carlos Alberto Parreira.

GRUPO B

12/06 - 11:00 - Argentina 1 x 0 Nigéria, Estádio Ellis Park, em Johanesburgo
Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha); Assistentes: Jan Salver e Mike Pickel (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Jonás Gutiérrez (Argentina); Haruna (Nigéria)
Gol: Heinze, aos 6 do 1° tempo

Argentina: Romero; Demichelis, Samuel e Heinze; Mascherano, Verón (Maxi Rodríguez), Jonás Gutiérrez e Di María (Burdisso); Messi, Higuaín (Milito) e Tevez. Técnico: Diego Armando Maradona

Nigéria: Enyeama; Odiah, Shittu, Yobo e Taiwo (Kalu Uche); Kaita, Etuhu, Obasi (Odemwingie) e Haruna; Yakubu e Obinna (Oba Oba Martins). Técnico: Lars Largerback


12/06 - 08h30 - Coréia do Sul 2 x 0 Grécia, Estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth
Árbitro: Michael Hester (Nova Zelândia); Assistentes: Jan-Hendrik Hintz (Nova Zelândia) e Tevita Makasini (Tonga)
Cartões amarelos: Torosidis (Grécia)
Gols: Jung-Soo, aos 7 do 1° tempo; Park Ji-Sung, aos 7 do 2° tempo.

Grécia: Tzorvas; Seitaridis, Torosidis, Papadopoulos e Vyntra; Tziolis, Katsouranis, Karagounis (Patsatzoglou) e Samaras (Salpingidis); Charisteas (Kapetanos) e Gekas. Técnico: Otto Rehhagel

Coreia do Sul: Sung-Ryong, Cha Du-Ri, Jung-Soo, Yong-Hyung e Young-Pyo; Sung-Yueng (Nam-il), Jung-Woo, Chung-Young (Jae-Sung), Park Ji-Sung; Chu-Young (Seung-Yeoul) e Ki-Hun. Técnico: Huh Jung-Moo


17/06 - 11h00 - Grécia 2 x 1 Nigéria, Estádio Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Óscar Pérez (Colômbia)
Cartões amarelos: Sokratis, Tziolis e Samaras (Grécia); Obasi (Nigéria)
Cartões vermelhos: Kaita (Nigéria), aos 33 minutos do 1° tempo
Gols: Uche, aos 16, e Salpingidis, aos 44 do 1° tempo; Torosidis, aos 26 do 2° tempo.

Grécia: Tzorvas; Kyrgiakos, Vyntra, Papadopoulos (Samaras) e Torosidis; Sokratis, Tziolis, Katsouranis, Salpingidis e Karagounis; Gekas (Ninis). Técnico: Otto Rehhagel

Nigéria: Enyeama; Odiah, Shittu, Yobo e Taiwo (Echiejile depois Afolabi); Etuhu, Haruna, Kaita e Uche; Odemwingie (Obasi) e Yakubu. Técnico: Lars Lagerback.


17/06 - 08h30 - Argentina 4 x 1 Coréia do Sul, no Soccer City, em Johanesburgo
Público: 82.174 espectadores - Árbitro: Frank de Bleeckere (Bélgica)
Cartões amarelos: Heinze, Gutiérrez e Mascherano (Argentina); Ki-Hune e Chung-Yong (Coreia do Sul)
Gols: Chu-Yong (contra), aos 16, Higuain, aos 33, Chung-Yong, aos 45 minutos do 1° tempo; e Huguain aos 31 e 35 minutos do 2° tempo.

Argentina: Romero; Gutiérrez, Demichelis, Samuel (Burdisso) e Heinze; Mascherano, Maxi Rodríguez e Di María; Messi, Tevez (Aguero) e Higuain (Bolatti). Técnico: Diego Maradona

Coréia do Sul: Sung-Ryong; Beom-Seok, Yong-Hyung, Jung-Soo e Young-Pyo; Sung-Yueng (Na-Mil), Jung-Woo, Chung-Yong e Park Ji-Sung; Chu-Young (Dong-Gook) e Ki-Hun. Técnico: Huh Jung Moo


22/06 - 15h30 - Nigéria 2 x 2 Coréia do Sul, Estádio Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Olegario Benquerença (Portugal); Assistentes: Bertino Miranda e José Manuel Silva Cardinal (ambos de Portugal)
Cartões Amarelos: Enyeama, Ayila, Obasi (N) e Nam-Il (C)
Gols: Uche, aos 12, e Jung-Soo, aos 38 do 1° tempo; Chung-Yong, aos 4, e Yakubu, aos 24 do 2° tempo.

Nigéria: Enyeama; Odiah, Yobo (Echiejile), Shittu e Afolabi; Dickson Etuhu, Ayila, Uche, Obasi, Uche e Kanu (Martins); Yakubu (Obinna). Técnico: Lars Lagerback

Coréia do Sul: Sung-Ryong; Du-Ri, Yong-Hyung, Jung-Soo e Young-Pyo; Sung-Yueng (Jae-Sung), Jung-Woo, Chung-Yong, Park Ji-Sung; Ki-Hun (Nam-Il) e Chu-Young (Dong-Jin). Técnico: Huh Jung Moo


22/06 - 15h30 - Grécia 0 x 2 Argentina, no Peter Mokaba, em Polokwane
Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão); Assistentes: Rafael Ilyasov (Uzbequistão) e Bakhadyr Kochkarov (Quirguistão)
Cartões Amarelos: Katsouranis (Grécia) e Bolatti (Argentina)
Gols: Demichelis, aos 32, e Palermo, aos 44 minutos do 2° tempo

Grécia: Tzorvas; Vyntra, Kyrgiakos, Moras, Papadopoulos e Torosidis (Patsa); Tziolis, Sokratis, Katsouranis (Ninis) e Karagounis (Spyropoulos); Samaras. Técnico: Otto Rehhagel

Argentina: Romero; Otamendi, Demichelis, Burdisso e Clemente Rodríguez; Bolatti; Veron e Maxi Rodríguez (Di Maria); Messi, Aguero (Pastore) e Diego Milito (Palermo). Técnico: Diego Armando Maradona

GRUPO C

12/06 - 15h30 - Inglaterra 1 x 1 Estados Unidos, no Royal Bafokeng, em Rustemburgo
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Brasil); Assistentes: Altemir Hausmann e Roberto Braatz (ambos do Brasil)
Cartões Amarelos: Milner, Carragher e Gerrard (Inglaterra); Cherundolo, DeMerit e Findley (Estados Unidos)
Gols: Gerrard, aos 4; e Dempsey, aos 40 do 1° tempo

Inglaterra: Green; Johnson, Terry, King (Carragher) e Ashley Cole; Milner (Wright-Phillips), Lampard, Lennon e Gerrard; Rooney e Heskey (Crouch). Técnico: Fabio Capello

Estados Unidos: Howard; Cherundolo, DeMerit, Onyewu e Bocanegra; Bradley, Clark, Dempsey e Donovan, Findley (Buddle) e Altidore (Holden). Técnico: Bob Bradley


13/06 - 08h30 - Argélia 0 x 1 Eslovênia, no Peter Mokaba, em Polokwane
Público: 30.325 espectadores
Árbitro: Carlos Alberto Batres (Guatemala); Assistentes: Leonel Leal (Costa Rica) e Carlos Pastrana (Honduras)
Cartões amarelos: Yebda (Argélia); Komac e Radosavljevic (Eslovênia)
Cartões vermelhos: Ghezzal (Argélia), aos 27 do 2° tempo.
Gol: Koren, aos 34 do 2° tempo

Argélia: Chaouchi; Bouguerra, Yahia, Halliche e Belhadj; Lacen, Yebda, Ziani e Kadir (Guedioura); Djebbour (Ghezzal) e Matmour (Saifir). Técnico: Rabah Sadane

Eslovênia: Handanovic; Brecko, Cesar, Suler e Jokic; Birsa (Pecnik), Radosavljevic (Komac), Koren e Kirm; Dedic (Ijubijankic) e Novakovic. Técnico: Matjaz Kek


18/06 - 11h00 - Eslovênia 2 x 2 Estados Unidos, no Ellis Park, em Johanesburgo, Sexta-feirabr> Árbitro: Koman Coulibaly (Mali)
Cartões amarelos: Jokic, Kirm, César e Suler (Eslovênia); Findley (Estados Unidos)
Gols: Birsa, aos 13, Ljubijankovic, aos 42 do 1° tempo; Donovan, aos três, Michael Bradley, aos 37 do 2° tempo.

Eslovênia: Handanovic; Breko, Suler, César e Jokic; Koren, Radosavljevic, Kirm e Birsa (Dedic); Ljubijankovic (Pecnik depois Komac) e Novakovic. Técnico: Matjaz Kek

Estados Unidos: Howard; Cherundolo, DeMerit, Onyewu (Gomez) e Bocanegra; Dempsey, Bradley, Torres (Edu) e Donovan; Altidore e Findley (Feilhaber). Técnico: Bob Bradley.


18/06 - 15h30 - Inglaterra 0 x 0 Argélia, no Green Point, na Cidade do Cabo
Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão); Assistentes: Rafael Ilyasov e Bakhadyr Kochkarov (ambos do Uzbequistão)
Cartões amarelos: Carragher (Inglaterra); Lacen (Argélia)

Inglaterra: James; Johnson, Terry, Carragher e Ashley Cole; Barry (Crouch), Lampard, Lennon (Wright-Phillips) e Gerrard; Rooney e Heskey (Defoe). Técnico: Fabio Capello

Argélia: MBolhi; Bougherra, Yahia, Halliche e Belhadj; Kadir, Lacen, Yebda (Mesbah), Boudebouz (Abdoun) e Ziani (Guedioura); Matmour. Técnico: Rabah Saadane


23/06 - 11h00 - Eslovênia 0 x 1 Inglaterra, no Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha); Assistentes: Jan Salver e Mike Pickel (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Jokic, Birsa e Dedic (Eslovênia). Johnson (Inglaterra)
Gol: Defoe, aos 23 do 1° tempo

Eslovênia: Handanovic; Brecko, Suler, Cesar e Jokic; Koren, Radosavljevic, Kirm (Matavz) e Birsa; Novakovic e Ljubijankic (Dedic). Técnico: Matjaz Kek

Inglaterra: James; Johnson, Upson, Terry e Ashley Cole; Barry, Lampard, Gerrard e Milner; Defoe (Heskey) e Rooney (Joe Cole). Técnico: Fabio Capello


23/06 - 11h00 - Estados Unidos 1 x 0 Argélia, Loftus Versfeld, em Pretória
Árbitro: Frank De Bleeckere (Bélgica); Auxiliares: Peter Hermans e Walter Vromans (ambos da Bélgica)
Cartões amarelos: Altidore e Beasley (EUA); Yebda, Yahia e Lacen (Argélia)
Cartão vermelho: Yahia (Argélia), aos 48 do 2° tempo.
Gol: Donovan, aos 46 do 2° tempo

Estados Unidos: Howard; Cherundolo, DeMerit, Bocanegra e Bornstein (Beasley); Dempsey, Bradley, Edu (Buddle) e Donovan; Altidore e Gomez (Feilhaber). Técnico: Bob Bradley

Argélia: MBolhi; Bougherra, Yahia, Halliche e Belhadj; Kadir, Lacen, Yebda e Ziani (Guedioura); Matmour (Saifi) e Djebbour (Ghezzal). Técnico: Rabah Saadane

GRUPO D

13/06 - 15:30 - Alemanha 4 x 0 Austrália, Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Marco Rodríguez (México); Assistentes: Jose Luis Callado e Alberto Mendez (ambos do México)
Cartões Amarelos: Ozil e Cacau (Alemanha); Neill, Moore e Valeria (Austrália)
Cartão Vermelho>Cahill (Austrália), aos 11 minutos do 2° tempo.
Gols: Podolski, aos 07; e Klose, aos 25 do 1° tempo; Muller, aos 23; e Cacau, aos 25 do 2° tempo

Alemanha: Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker e Badstuber; Khedira, Schweinsteiger, Ozil (Mário Gómez), Muller e Podolski (Marin); Klose (Cacau). Técnico: Joachim Löw

Austrália: Schwarzer; Wilkshire, Moore, Neill e Chipperfield; Valeri, Grella (Holman), Emerton (Jedinak), Culina e Garcia (Rukavytsya); Cahill. Técnico: Pim Verbeek


13/06 - 11h00 - Sérvia 0 x 1 Gana, Loftus Versfeld, em Pretória
Público: 38.833 espectadores
Árbitro: Héctor Baldassi (Argentina); Assistentes: Hernán Maidana e Ricardo Casas (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Zigic e Kuzmanovic (Sérvia); Vorsah e Tagoe (Gana)
Cartões vermelhos: Lukovic (Sérvia), aos 28 do 2° tempo.
Gols: Gyan, aos 40 do 2° tempo

Sérvia: Stojkovic; Ivanovic, Lukovic, Vidic e Kolarov; Milijas (Kuzmanovic), Stankovic, Krasic e Jovanovic (Subotic); Pantelic e Zigic (Lazovic). Técnico: Radomir Antic

Gana: Kingson; Sarpei, Vorsah, Mensah e Pantsil; Annan, Kwadwo Asamoah (S.Appiah), A.Ayew, Tagoe e K. Boateng (Addy); Asamoah Gyan (Owusu-Abeyie). Técnico: Milovan Rajevac


18/06 - 08h30 - Alemanha 0 x 1 Sérvia, Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (Espanha)
Cartões amarelos: Schweinsteiger, Khedira e Lahm (Alemanha); Vidic, Subotic, Ivanovic e Kolarov (Sérvia)
Cartões vermelhos: Klose (Alemanha), aos 37 do 1° tempo.
Gols: Jovanovic, aos 37 do 1° tempo

Alemanha: Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker e Badstuber (Mario Gomez); Schweinsteiger, Khedira, Ozil (Marin) e Muller (Cacau); Podolski e Klose. Técnico: Joachim Low

Sérvia: Stojkovic; Ivanovic, Subotic, Vidic e Kolarov; Kusmanovic (Petrovic), Ninkovic (Kacar), Stankovic, Krasic e Jovanovic (Lazovic); Zigic. Técnico: Radomir Antic


19/06 - 11h00 - Gana 1 x 1 Austrália, Royal Bafokeng, em Rustemburgo
Árbitro: Roberto Rosetti (Itália); Assistentes: Paolo Calcagno e Stefano Ayroldi (ambos da Itália)
Cartões amarelos: Addy, Annan e Jonathan Mensah (Gana); Moore (Austrália)
Cartões vermelhos: Kewell (Austrália), aos 23 do 1° tempo
Gols: Holman, aos 11, e Gyan (de pênalti), aos 24 do 1° tempo

Gana: Kingson, Pantsil, Jonathan Mensah, Addy e Sarpei; Annan, Boateng (Amoah), Asamoah (Muntari) e Tagoe (Owusu-Abeye); Andre Ayew e Gyan. Técnico: Milovan Rajevac

Austrália: Schwarzer, Wilkshire (Rukavytsya), Moore, Neill e Carney; Emerton, Culina, Valeri e Holman (Kennedy), Bresciano (Chipperfield) e Kewell. Técnico: Pim Veerbek.


23/06 - 15h30 - Gana 0 x 1 Alemanha, Soccer City, em Johanesburgo
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Brasil); Assistentes: Altemir Haussman e Roberto Braatz (Ambos do Brasil)
Cartões amarelos: Andre Ayew (Gana), Thomas Muller (Alemanha)
GOL: Ozil, aos 15 do 2° tempo

Gana: Kingson; Paintsil, Mensah, Jonathan Mensah, Sarpei; Annan, Boateng, Asamoah; Tagoe (Muntari), Andre Ayew (Adiyiah) e Gyan (Amoah). Técnico: Milovan Rajevac

Alemanha: Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker e Jerome Boateng (Jansen); Schweinsteiger (Kroos), Khedira, Ozil e Muller (Trochowski); Podolski e Cacau. Técnico: Joachim Low


23/06 - 15h30 - Austrália 2 x 1 Sérvia, Estádio Mbombela, em Nelspruit
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai); Auxiliares: Pablo Fandino e Mauricio Espinosa (ambos do Uruguai)
Cartões amarelos: Wilkshire, Beauchamp e Emerton (Austrália); Lukovic e Ninkovic (Sérvia)
Gols: Cahill, aos 23, Holman, aos 29; e Pantelic, aos 39 do 2° tempo.

Austrália: Schwarzer; Wilshire (García), Neil, Beauchamp e Carney; Culina, Valeri (Holman), Emerton, Cahill e Bresciano (Chipperfield); Kennedy. Técnico: Pim Veerbeek

Sérvia: Stojkovic; Ivanovic, Vidic, Lukovic e Obradovic; Kusmanovic (Lazovic), Ninkovic, Stankovic, Krasic (Tosic) e Jovakovic; Zigic (Pantelic). Técnico: Radomir Antic

GRUPO E

14/06 - 08h30 - Holanda 2 x 0 Dinamarca, Soccer City, em Johanesburgo
Árbitro: Stephane Lannoy (França); Assistentes: Eric Dansault e Laurent Ugo (ambos da França)
Cartões amarelos: De Jong e Van Persie (Holanda); Kjaer (Dinamarca)
Gols: Simon Poulsen (contra), a um minuto, Kuyt, aos 40 do 2° tempo.

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong (De Zeeuw), Wesley Sneijder e Van der Vaart (Elia); Kuyt e Van Persie (Affelay). Técnico: Bert van Marwijk

Dinamarca: Sorensen; Jacobsen, Kjaer, Agger e Simon Poulsen; Christian Poulsen, Jorgensen, Enevoldsen (Gronkjaer) e Kahlenberg (Eriksen); Rommedahl e Bendtner (Beckmann). Técnico: Morten Olsen.


14/06 - 11h00 - Japão 1 x 0 Camarões, Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Olegario Benquerenca (Portugal); Assistentes: Bertino Miranda e José Manuel Silva Cardinal (ambos de Portugal)
Cartões amarelos: Nkoulou (Camarões); Abe (Japão)
Gol: Honda, aos 38 do 1° tempo.

Japão: Kawashima; Nagatomo, Tulio Tanaka, Nakazawa e Komano; Abe, Hasebe (Inamoto), Endo e Matsui (Okazaki); Honda e Okubo (Yano). Técnico: Takeshi Okada

Camarões: Souleymanou, Mbia, Nkoulou, Bassong e Assou Ekotto; Makoun (Geremi), Matip (Emana) e Eyong; Webó, Eto'o e Choupo-Moting (Nguemo). Técnico: Paul Le Guen


19/06 - 08h30 - Holanda 1 x 0 Japão, Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Héctor Baldassi (Argentina); Assistentes: Ricardo Casas e Hernan Maidana (ambos da Argentina)
Cartão amarelo: Van der Wiel (Holanda)
Gol: Sneijder, aos 8 do 2° tempo

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong, Sneijder (Afellay) e Kuyt; Van Persie (Huntelaar) e Van der Vaart (Elia). Técnico: Bert Van Marwijk

Japão: Kawashima; Nagatomo, Nakazawa, Marcus Tanaka e Komano; Abe, Matsui (Nakamura), Endo, Hasebe (Okazaki) e Honda; Okubo (Tamada). Técnico: Takeshi Okada


19/06 - 15h30 - Camarões 1 x 2 Dinamarca, Loftus Versfeld, em Pretória
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai); Assistentes: Pablo Fandino e Mauricio Espinosa (ambos do Uruguai)
Cartões Amarelos: Bassong, M'Bia (C), Kjaer e Sorensen (D)
Gols: Eto'o, aos 10, e Bendtner, aos 33 do 1° tempo; e Tomasson, aos 16 do 2° tempo

Camarões: Souleymanou, M'bia, N'Koulou, Bassong (Idrissou) e Ekotto; Alex Song, Eyong (Makoun), Geremi e Emana; Webo (Aboubakar) e Eto'o. Técnico: Paul Le Guen

Dinamarca: Sorensen, Jacobsen, Agger, Kjaer e Simon Poulsen; Christian Poulsen, Gronkjar (Kahlenberg) e Jorgensen (Jensen); Rommendahl, Bendtner e Tomasson (Jakob Poulsen). Técnico: Morten Olsen


24/06 - 15h30 - Dinamarca 1 x 3 Japão, Royal Bafokeng, em Rustemburgo
Árbitro: Jerome Damon (África do Sul); Assistentes: Célestin Ntagungira (Ruanda) e Enock Molefe (África do Sul)
Cartões Amarelos: Endo, Nagatomo (Japão), Kroldup, Christian Poulsen e Bendtner(Dinamarca)
Gols: Honda, aos 17, e Endo, aos 30 do 1° tempo; Tomasson, aos 35, e Okazaki, aos 42 do 2° tempo.

Dinamarca: Sorensen; Simon Poulsen, Agger, Kroldup (Larsen), Lars Jacobsen; Christian Poulsen, Kahlenberg (Eriksen) e Jorgensen (Jacob Poulsen); Rommedahl, Tomasson e Bendtner. Técnico: Morten Olsen

Japão: Kawashima; Komano, Nakazawa, Marcus Túlio Tanaka, Nagatomo; Abe, Matsui (Okazaki), Endo (Inamoto), Hasebe e Okubo (Konno); Honda. Técnico: Takeshi Okada


24/06 - 15h30 - Camarões 1 x 2 Holanda, Green Point, na Cidade do Cabo
Árbitro: Pablo Pozo (Chile); Assistentes: Patricio Basualto e Francisco Mondria (ambos do Chile)
Cartões Amarelos: Mbia e N'Kolou (Camarões); Van Bronckhorst, Van der Vaart e Kuyt (Holanda)
Gols: Van Persie, aos 35 do 1° tempo; Eto'o, aos 19, e Huntelaar, aos 37 do 2° tempo

Camarões: Souleymanou; Geremi Njitap, N'Koulou (Rigobert Song), Mbia e Ekotto; Alex Song, Nguemo, Makoun e Bong (Aboubakar); Choupo-Moting (Idrissou) e Eto'o. Técnico: Paul Le Guen

Holanda: Stekelenburg; Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong, Sneijder e Kuyt (Elia); Van Persie (Huntelaar) e Van der Vaart (Robben). Técnico: Bert Van Marwijk

GRUPO F

14/06 - 15h30 - Itália 1 x 1 Paraguai, Green Point, na Cidade do Cabo
Árbitro: Benito Archundia (México); Assistentes: Héctor Vergara (Canadá) e Marvin César Rivera (México)
Cartões Amarelos: Cáceres (PAR), Camoranesi (ITA)
Gols: Alcaraz, aos 39 do 1° tempo; e De Rossi, aos 18 do 2° tempo

Itália: Buffon (Marchetti); Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Criscito; De Rossi, Montolivo e Marchisio (Camoranesi); Iaquinta, Gilardino (Di Natale) e Pepe. Técnico: Marcelo Lippi

Paraguai: Villar; Bonet, Alcaraz, Paulo Da Silva e Morel Rodriguez; Victor Cáceres, Vera, Rivero e Aureliano Torres (Santana); Valdez (Roque Santa Cruz) e Lucas Barrios (Cardozo). Técnico: Gerardo Martino


15/06 - 08h30 - Nova Zelândia 1 x 1 Eslováquia, Royal Bafokeng, em Rustenburgo
Árbitro: Jerome Damon (África do Sul); Assistentes: Célestin Ntagungira (Ruanda) e Enock Molefe (África do Sul)
Cartões Amarelos: Lochhead e Reid (NZL), Strba (ESQ)
Gols: Vittek, aos 4; e Reid, aos 47 do 2° tempo

Nova Zelândia: Paston, Lochhead, Nelsen, Reid e Smith; Vicelich (Christie), Elliott, e Bertos; Fallon, Killen (Wood) e Smeltz. Técnico: Ricki Herbert

Eslováquia: Mucha, Zabavnik, Durica, Skrtel, Durica e Cech; Strba, Weiss (Kucka) e Hamsík; Sestak (Holosko), Jendrisek e Vittek (Stoch). Técnico: Vladimir Weiss


20/06 - 08h30 - Eslováquia 0 x 2 Paraguai, no Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Eddy Maillet (SEY); Auxiliares: Evarist Menkouande (CMR) e Bechir Hassani (TUN)
Público: 26.643 presentes
Cartões amarelos: Durica, Sestak e Weiss (SVK); Vera (PAR)
Gols: Vera 27'/1ºT e Rivero 41'/2T

Eslováquia: Mucha, Pekarik, Skrtel, Salata (Stoch 38'/2ºT) e Durica; Strba, Hamsik, Sestak (Holosko 25'/2ºT) e Weiss; Kozak e Vittek - Técnico: Vladimir Weiss.

Paraguai: Villar, Bonet, Da Silva, Alcaraz e Morel; Victor Caceres, Vera (Edgar Barreto 43'/2ºT), Riveros e Valdez (Torres 23'/2ºT); Santa Cruz e Barrios (Cardozo 37'/2ºT) - Técnico: Gerardo Martino.


20/06 - 11h00 - Itália 1 x 1 Nova Zelândia, stádio Mbombela, em Nelspruit
Árbitro: Carlos Batres (GUA); Assistentes: Leonel Leal (CRC) e Carlos Pastrana (HON)
Público: 38.229 presentes
Cartões Amarelos: Fallon, Smith e Nelsen (NZL)
Gols: Smeltz, aos 6; e Iaquinta, aos 28 do 1° tempo.

Itália: Marchetti, Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Criscito; Pepe (Camoranesi - Intervalo), Montolivo, De Rossi e Marchisio (Pazzini 15'/2ºT ); Iaquinta e Gilardino (Di Natale - Intervalo). Técnico: Marcello Lippi.

Nova Zelândia: Paston, Reid, Nelsen, Vicelich (Christie 36'/2ºT ) e Smith; Fallon (Wood 17'/2ºT ), Bertos, Elliott, Lockhead e Killen (Barron 48'/2ºT); Smeltz. Técnico: Ricki Herbert.


24/06 - 11h00 - Eslováquia 3 x 2 Itália, Ellis Park, Johannesburgo
Árbitro: Howard Webb (ING); Auxiliares: Darren Cann (ING) e Michael Mullarkey (ING)
Público: 53.412 presentes
Cartões amarelos: Vittek, Strba, Pekarik e Mucha (SLK); Cannavaro, Chiellini, Pepe e Quagliarella (ITA)
Gols: Vittek, aos 24 do 1° tempo; Vittek, aos 29, Di Natale, aos 37, Kopunek, aos 43, e Quagliarella, aos 47 do 2° tempo.

Eslováquia: Mucha, Pekarik, Strba (Kopunek 42'/2ºT), Skrtel e Durica; Kucka, Stoch, Hamsik, Jendrisek (Petras 48'/2ºT) e Zabavnik; Vittek (Sestak 47'/2ºT). Técnico: Vladimir Weiss.

Itália: Marchetti, Zambrotta, Chiellini, Cannavaro e Criscito (Maggio - Intervalo); Gattuso (Quagliarella- Intervalo), De Rossi e Montolivo (Pirlo 11'/2ºT); Di Natale, Pepe e Iaquinta. Técnico: Marcello Lippi.


24/06 - 11:00 - Paraguai 0 x 0 Nova Zelândia, no Peter Mokaba, em Polokwane
Árbitro: Yuichi Nishimura (JAP); Auxiliares: Toru Sagara (JAP) e Jeong Hae-Sang (COR)
Público: 34.850 presentes
Cartões amarelos: Victor Cáceres e Santa Cruz (PAR); Nelsen (NZL)

Paraguai: Villar, Caniza, Júlio Cáceres, Da Silva e Morel Rodríguez; Victor Cáceres, Riveros e Vera; Cardozo (Barrios 22/2ºT), Valdez (Benítez 23/2ºT) e Santa Cruz - Técnico: Gerardo Martino.

Nova Zelândia: Paston, Reid, Nelsen, Vicelich e Smith; Bertos, Elliot, Lochhead, Fallon (Wood 24/2ºT) e Killen (Brockie 33/2ºT); Smeltz - Técnico: Ricki Herbert.

GRUPO G

15/06 - 11h00 - Costa do Marfim 0 x 0 Portugal, no Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Público: 37.034 espectadores
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai); Assistentes: Pablo Fandiño e Mauricio Espinosa
Cartões amarelos: Demel e Zokora (Costa do Marfim); Cristiano Ronaldo (Portugal)

Costa do Marfim: Barry, Tiené, Zokora, Kolo Touré e Demel; Tiotê, Yaya Touré, Ebouê (Romaric) e Gervinho (Keita) e Kalou (Drogba); Dindanê. Técnico: Sven Goran-Ericksson

Portugal: Eduardo, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Pedro Mendes, Raul Meireles (Ruben Amorim), Deco (Tiago) e Cristiano Ronaldo; Liedson e Danny (Simão). Técnico: Carlos Queiroz.

15/06 - 15h30 - Brasil 2 x 1 Coréia do Norte, Estádio Ellis Park, em Johanesburgo
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria); Assistentes: Gabor Eros e Tibor Vamos (ambos da Hungria)
Cartão amarelo: Ramires (Brasil)
Gols: Maicon, aos 9, Elano, aos 26, e Yun-Nam, aos 43 do 2° tempo

Brasil: Julio Cesar; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo (Ramires), Elano (Daniel Alves) e Kaká (Nimar); Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga

Coreia do Norte: Myong-Guk; Jun-Il, Nam-Chol, Jong-Hyok, Kwang-Chon e Chol-Jin; In-Guk (Kum-Il), Yong-Hak, Yun-Nam e Yong-Jo; Jong Tae-Se. Técnico: Kim Jong-Hun


20/06 - 15h30 - Brasil 3 x 1 Costa do Marfim, Soccer City, Johannesburgo
Árbitro: Stephane Lannoy (FRA); Auxiliares: Eric Dansault (FRA) e Lauren Ugo (FRA)
Público: 84.455 pessoas
Cartões amarelos: Tiéné e Keita (CDM)
Cartão vermelho: Kaká (BRA), aos 43 minutos do 2° tempo.
Gols: Luis Fabiano, aos 25 do 1° tempo; Luis Fabiano, aos 5; Elano, aos 17; e Drogba aos 34 do 2° tempo.

Brasil: Júlio César, Maicon, Lucio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (21'/2ºT - Daniel Alves) e Kaká; Robinho (47'/2ºT - Ramires) e Luis Fabiano. Técnico: Dunga.

Costa do Marfim: Barry, Demel, Zokora, Kolo Touré e Tiéné; Tiotê, Yaya Touré, Ebouê (26'/2ºT - Romaric) e Dindanê (8'/2ºT - Gervinho); Kalou (21'/2ºT - Keita) e Drogba. Técnico: Sven Göran-Ericksson.


21/06 - 08h30 - Portugal 7 x 0 Coréia do Norte, Green Point, na Cidade do Cabo
Árbitro: Pablo Pozo (Chile); Assistentes: Patricio Basualto e Francisco Mondria (ambos do Chile)
Cartões amarelos: Pedro Mendes e Hugo Almeida (Portugal); Chol-Jin e Yong-Jo (Coreia do Norte)
Gols: Raul Meireles, aos 28 do 1° tempo; Simão Sabrosa, aos 8, Hugo Almeida, aos 10 e Tiago, aos 15 e aos 44, Liedson, aos 36, e Cristiano Ronaldo, aos 43 do 2° tempo.

Portugal: Eduardo; Miguel, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Fábio Coentrão; Pedro Mendes, Raul Meireles (Miguel Veloso), Tiago e Simão Sabrosa (Duda); Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida (Liedson). Técnico: Carlos Queiroz

Coréia do Norte: Myong-Guk; Jong-Hyok (Song-Chol), Chol-Jin, Jun-Il e Yun-Nam; Kwang-Chon, Yong-Hak, Nam-Chol (Kim-Kum), In-Guk (Yong-Jun) e Yong-Jo; Jong Tae-Se. Técnico: Kim Jong-Hun


25/06 - 11h00 - Portugal 0 x 0 Brasil, Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Benito Archundia (MEX); Auxiliares: Hector Vergara (CAN) e Marvin Torrentera (MEX)
Público: 62.712 presentes
Cartões amarelos: Duda, Tiago, Pepe e Fabio Coentrão (POR); Luis Fabiano, Juan e Felipe Melo (BRA)

Portugal: Eduardo, Ricardo Costa, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Fabio Coentrão; Pepe (Pedro Mendes 18'/2ºT), Duda (Simão 8'/2ºT), Raul Meireles (Miguel Veloso 38'/2ºT) e Tiago; Cristiano Ronaldo e Danny. Técnico: Carlos Queiroz.

Brasil: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo (Josué 44'/1ºT), Daniel Alves e Julio Baptista (Ramires 37'/2ºT); Nilmar e Luis Fabiano (Grafite 39'/2ºT). Técnico: Dunga.


25/06 - 11h00 - Coréia do Norte 0 x 3 Costa do Marfim, Estádio Mbombela, em Nelspruit
Árbitro: Undiano Malenco (ESP); Assistentes: Fermín Ibañez (ESP) e Juan Carlos Jiménez (ESP)
Público: 34.763 presentes
Gols: Yaya Touré, aos 13, e Romaric, aos 19 do 1° tempo; Kalou, aos 36 do 2° tempo

Costa do Marfim: Barry, Eboué, Kolo Touré, Zokora e Boka; Romaric (Doumbia 34'/2ºT), Yaya Touré e Tioté; Keita (Kalou 19'/2ºT), Gervinho (Dindane 19'/2ºT) e Drogba. Técnico: Sven-Goran Eriksson.

Coreia do Norte: Ri Myong-Guk, Cha Jong-Hyok, Pak Chol-Jin, Ri Jun-Il, Ji Yun-Nam e Ri Kwang-Chon; An Young-Hak, Pak Nam-Chol, Hong Yong-Jo e Mun In-Guk (Choe Kum-Chol 21'/2ºT); Jong Tae-Se. Técnico: Kim Jong-Hun.

GRUPO H

16/06 - 08h30 - Honduras 0 x 1 Chile, Estádio Mbombela, em Nelspruit
Público: 32.664 espectadores
Árbitro: Eddy Maillet (Seychelles)
Cartões amarelos: Palacios (Honduras); Carmona e Fernández (Chile)
Gol: Beausejour, aos 34 do 1° tempo.

Honduras: Valladares, Mendoza, Chavez, Figueroa e Izaguirre; Palacios, Guevarra (Thomas), Espinoza e Alvarez; Nuñez (Martinez) e Pavon (Welcome). Técnico: Reinaldo Rueda

Chile: Bravo, Isla, Medel, Ponce e Vidal (Contreras); Carmona, Millar (Jara), Fernández e Valdivia (Mark Gonzalez); Sanchez e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa


16/06 - 11h00 - Espanha 0 x 1 Suíça, no Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra); Assistentes: Darren Cann e Michael Mullarkey (ambos da Inglaterra)
Cartões amarelos: Stéphane Grichting, Ziegler, Benaglio e Yakin (Suíça)
Gols: Fernandes, aos 7 do 2° tempo

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puyol e Capdevila; Busquets (Fernando Torres), Xavi, Xabi Alonso, David Silva (Jesús Navas) e Iniesta (Pedro); David Villa. Técnico: Vicente Del Bosque

Suíça: Benaglio; Lichtsteiner, Senderos (Von Bergen) e Grichting; Ziegler, Huggel, Barnetta (Eggiman), Inler e Fernandes; Derdiyok (Yakin) e Nkufo. Técnico: Ottmar Hitzfeld


21/06 - 11h00 - Chile 1 x 0 Suíça, no Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Árbitro: Khalil Al Ghamdi (Arábia Saudita); Assistentes: Hassam Kamranifar (Irã) e Saleh Al Marzouqi (Emirados Árabes Unidos)
Cartões Amarelos: Ponce, Carmona, Suazo, Fernandez, Medel e Valdívia (Chile); Inler, Nkufo e Barnetta (Suíça)
Cartão Vermelho: Behrami (Suiça), aos 30 do 1° tempo.
Gol: Gonzáles, aos 29 do 2° tempo

Chile: Bravo, Isla, Medel Ponce e Jara; Carmona, Vidal (Mark Gonzáles), e Matias Fernández (Paredes); Alexis Sánchez, Suazo (Valdívia) e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa

Suiça: Benaglio; Lichtsteiner, Von Bergen, Grichting e Ziegler; Huggel, Behrami, Fernandes (Bunjaku) e Inler; Frei (Barnetta) e Nkufo (Derdiyok). Técnico: Ottmar Hitzfeld


21/06 - 15h30 - Espanha 2 x 0 Honduras, no Ellis Park, em Johanesburgo

Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão); Assistentes: Toru Sagara (Japão) e Hae-Sang Jeong (Coreia do Sul)
Cartões Amarelos: Turcios e Izaguirre (Honduras)
Gols: David Villa, aos 17 do 1° tempo e aos 5 do 2° tempo

Espanha: Casillas; Sergio Ramos (Arbeloa), Piqué, Puyol e Capdevilla; Xabi Alonso, Busquets, Xavi (Fábregas) e Jesús Navas; David Villa e Fernando Torres (Mata). Técnico: Vicente Del Bosque

Honduras: Valladares; Mendoza, Chávez, Figueroa e Izaguirre; Guevarra, Wilson Palacios, Turcios (Núñez), Martinez e Espinoza (Welcome); Suazo (Jerry Palacios). Técnico: Reinaldo Rueda


25/06 - 15h30 - Chile 1 x 2 Espanha, Loftus Versfeld, em Pretória
Árbitro: Marco Rodriguez (México); Assistentes: José Luis Callado e Alberto Mendez (ambos do México)
Cartões Amarelos: Estrada, Ponce e Medel (Chile)
Cartões Vermelhos: Estrada (Chile), aos 37 do 1° tempo.
Gols: David Villa, aos 25, e Iniesta, aos 37 do 1° tempo; Millar, aos 2 do 2° tempo

Chile: Bravo; Isla, Ponce, Medel e Jara; Estrada, Vidal, Mark González (Millar) e Valdívia (Paredes); Aléxis Sanchez (Orellana) e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Pique e Capdevilla; Sergio Busquets, Xabi Alonso (Martínez), Xavi e Iniesta; David Villa e Fernando Torres (Fábregas). Técnico: Vicente Del Bosque


25/06 - 15h30 - Suíça 0 x 0 Honduras, no Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Hector Baldassi (Argentina); Assistentes: Hernán Maidana e Ricardo Casas
Cartões Amarelos: Fernandes (Suíça); Chavez, Thomas, Palacios e Suazo (Honduras)

Suiça: Diego Benaglio, Stephan Lichtsteiner, Von Bergen, Stephane Grichting e Reto Ziegler; Gokhan Inler, Benjamin Huggel (Shaqiri), Tranquillo Barnetta e Gelson Fernandes (Yakin); Derdiyok e Blaise N'Kufo (Frei). Técnico: Ottmar Hitzfeld

Honduras: Noel Valladares, Sabillon, Osman Chávez, Bernardez e Maynor Figueroa; Palacios, Thomas, Alvarez e Nuñes (Martínez); Palacios (Georgie Welcome) e David Suazo (Turcios). Técnico: Reinaldo Rueda

OITAVAS-DE-FINAL

26/06 - 11h00 - Uruguai 2 x 1 Coréia do Sul, no Nelson Mandela Bay, Porto Elizabeth
Árbitro: Wolfgang Stark (ALE); Auxiliares: Mike Pickel e Jan-Hendrik Salver (ALE)
Cartões amarelos: Kim Jung-Woo, Cha Du-Ri (COR)
Gols: Suárez , aos 8 do 1° tempo; Lee Chung-Young, aos 21; e Suárez , aos 35 do 2° tempo

Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Lugano, Godín (Victorino, intervalo) e Fucile; Pérez, Arevalo, Álvaro Pereira (Lodeiro, 28'/2ºT) e Forlán; Suárez (Fernández, 39'/2ºT) e Cavani. Técnico: Oscar Tabárez

Coreia do Sul: Jung Sung-Ryong; Cha Du-Ri, Cho Yong-Hyung; Kim Jung-Woo e Lee Young-Pyo; Ki Sung-Yueng (Ki-Hun, 39'/2ºT), Lee Jung-Soo, Kim Jae-Sung (Lee Dong-Gook, 15'/2ºT), Lee Chung-Yong e Park Ji-Sung; Park Chu-Young. Técnico: Huh Jung-Moo


26/06 - 15h30 - Estados Unidos 1 x 2 Gana, no tempo normal 1x1. Na prorrogação Gana 1 a 0
Local: Estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo
Árbitro: Viktor Kassai (HUN); Auxiliares: Gabor Eros (HUN) e Tibor Vamos (HUN)
Cartões amarelos: Clark, Cherundolo, Bocanegra (EUA); Jonathan, Ayew (GAN)
Gols: Prince Boateng, aos 5 do 1° tempo; Donovan, aos 16 do 2° tempo; e Gyan, aos 3 do 1° tempo da prorrogação

Estados Unidos: Howard; Cherundolo, DeMerit, Bocanegra e Bornstein; Bradley, Clark (Edu, 30'/2ºT), Dempsey e Donovan; Findley (Feilhaber, intervalo) e Altidore (Gómez, 1'/1ºT Prorrogação). Técnico: Bob Bradley.

Gana: Kingson; Pantsil, John Mensah e Jonathan; Inkoom (Muntari, 6'/2ºT Prorrogação), Annan, Prince Boateng (Appiah, 31'/2ºT), Ayew, Asamoah e Sarpei (Addy, 27'/2ºT); Gyan. Técnico: Milovan Rajevac


27/06 - 11h00 - Alemanha 4 x 1 Inglaterra, no Free State, em Bloemfontein
Árbitro: Jorge Larrionda (URU); Auxiliares: Pablo Fandino (URU) e Mauricio Espinosa (URU)
Público: 40.510 presentes
Cartões amarelos: Friedrich (ALE) e Johnson (ING)
Gols: Klose , aos 20, Podolski, aos 32, e Upson, aos 37 do 1° tempo; Müller, aos 21, e 24 do 2° tempo

Alemanha: Neuer, Lahm, Mertesacker, Friedrich e Boateng; Khedira, Schweinsteiger, Müller (Trochowski 26'/2ºT) e Özil (Kiessling 38'/2ºT); Podolski e Klose (Gomez 27'/2ºT). Técnico: Joachim Löw.

Inglatterra: James; Johnson (Wright-Phillips 42'/2ºT), Upson, Terry e Ashley Cole; Barry, Lampard, Gerrard e Milner (Joe Cole 19'/2ºT); Rooney e Defoe (Heskey 25'/2ºT). Técnico: Fabio Capello.


27/06 - 15h30 - Argentina 3 x 1 México, no Soccer City, Johannesburgo
Árbitro: Roberto Rossetti (ITA); Auxiliares: Paolo Calcagno e Stefano Ayroldi
Cartões amarelos: Rafa Márquez (MEX)
Gols: Tévez , aos 26; e Higuaín aos, 32 do 1° tempo; Tévez , aos 8; e Hernández, aos 25 do 2° tempo

Argentina: Romero; Otamendi, Demichelis, Burdisso e Heinze; Mascherano, Maxi Rodríguez (Pastore, 41'/2ºT) e Di María (Jonás Gutiérrez, 33'/2ºT); Messi, Tévez (Verón, 23'/2ºT) e Higuaín. Técnico: Diego Maradona

México: Pérez; Osorio, Rodríguez, Rafa Márquez e Salcido; Torrado, Guardado (Guillermo Franco, 16'/2ºT) e Juarez; Giovanni dos Santos, Bautista (Barrera, intervalo) e Javier Hernández. Técnico: Javier Aguirre


28/06 - 11h00 - Holanda 2 x 1 Eslováquia, no Moses Mabhida, em Durban
Público: 61.962 espectadores
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (Espanha); Assistentes: Fermin Martínez e Juan Carlos Yuste Jimenez (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Robben e Stekelenburg (Holanda); Kucka, Skrtel e Kopunek (Eslováquia)
Gols: Robben, aos 18 do 1° tempo; Sneijder, aos 39 ; e Vittek (penalti), aos 49 do 2° tempo.

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong, Sneijder (Afellay); Kuyt, Van Persie (Huntelaar) e Robben (Elia). Técnico: Bert Van Marwijk

Eslováquia: Mucha; Pekarik, Skrtel, Durica e Zabavnik (Jakubko); Kucka, Stoch, Weiss e Hamsik (Sapara); Jendrisek (Kopunek) e Vittek. Técnico: Vladimir Weiss.


28/06 - 15h30 - Brasil 3 x 0 Chile, no Ellis Park, em Johanesburgo
Árbitro: Howard Webb (da Inglaterra); Assistentes: Darren Cann e Michael Mullarkey (ambos da Inglaterra)
Público: 54.096 pagantes
Cartões amarelos: Kaká e Ramires (Brasil); Vidal, Fuentes e Millar (Chile)
Gols: Juan, aos 34, e Luís Fabiano, aos 38 do 1° tempo; Robinho, aos 14 do 2° tempo

Brasil: Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Ramires, Daniel Alves e Kaká (Kléberson); Robinho (Gilberto) e Luís Fabiano (Nilmar). Técnico: Dunga

Chile: Bravo; Islã (Millar), Contreras (Tello), Jará e Fuentes; Carmona, Vidal e Mark González (Valdívia); Alexís Sánchez, Suazo e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa


29/06 11:00 Paraguai 0 x 0 (5x3 penais) Japão, no Loftus Versfeld, em Pretória
Árbitro: Franck de Bleeckere (Bélgica); Assistentes: Peter Hermans e Walter Vromans (ambos da Bélgica)
Cartões Amarelos: Matsui, Nagatomo, Honda e Endo (JAP) e Riveros (PAR)

Paraguai: Villar; Bonet, Alcaraz, Da Silva e Morel Rodríguez; Ortigoza (Barrero), Vera e Riveros; Roque Santa Cruz (Cardozo), Lucas Barrios e Benítez (Valdez). Técnico: Gerardo Martino

Japão: Kawashima; Komano, Nakazawa, Marcus Tulio Tanaka e Nagatomo; Abe (K. Nakamura), Endo, Matsui (Okazaki), Okubo (Tamada) e Hasebe; Honda. Técnico: Takeshi Okada

Pênaltis convertidos: Barreto, Lucas Barrios, Riveros, Valdez e Cardozo (PAR), Endo, Hasebe e Honda (JAP)


29/06 - 15h30 - Espanha 1 x 0 Portugal, no Green Point, Cidade do Cabo
Árbitro: Héctor Baldassi (Argentina); Assistentes: Ricardo Casas e Hernan Maidana (ambos da Argentina)
Cartões Amarelos: Xabi Alonso (Espanha) e Tiago (Portugal)
Cartões Vermelhos: Ricardo Costa (Portugal), aos 43 do 2° tempo
Gol: David Villa, aos 18 do 2° tempo

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Piqué e Capdevilla; Sergio Busquets, Xabi Alonso (Marchena), Xavi e Iniesta; David Villa (Pedro) e Fernando Torres (Llorente). Técnico: Vicente Del Bosque

Portugal: Eduardo; Ricardo Costa, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Pepe (Pedro Mendes), Raul Meirelles e Tiago; Cristiano Ronaldo, Hugo Almeida (Danny) e Simão (Liédson). Técnico: Carlos Queiroz

QUARTAS-DE-FINAL

02/07 - 11h00 - Holanda 2 x 1 Brasil, Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão); Auxiliares: Toru Sagara (Japão) e Jeong Hae Sang (Coréia do Sul)
Público: 40.186 pessoas
Cartões amarelos: Heitinga, De Jong, Ooijer e Van der Wiel (HOL); Michel Bastos (BRA)
Cartão vermelho: Felipe Melo (BRA), aos 27 minutos do 2° tempo

Gols: Robinho, aos 10 do 1° tempo; Sneijder, aos 8 (ver observação abaixo); e Sneijder, aos 23 do 2° tempo

Holanda: Stekelenburg, Van der Wiel, Heitinga, Ooijer e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong e Sneijder; Kuyt, Robben e Van Persie (40'/2ºT - Huntelaar). Técnico: Bert van Marwijk.

Brasil: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos (16'/2ºT - Gilberto); Gilberto Silva, Felipe Melo, Daniel Alves e Kaká; Robinho e Luís Fabiano (32'/2ºT - Nilmar). Técnico: Dunga.

Obs.: A Fifa alterou no sábado (03/07) a autoria do gol de empate da Holanda na partida.

Anteriormente, durante o jogo, a entidade havia atribuído o gol a Felipe Melo, caracterizando o primeiro gol contra do Brasil na História das Copas do Mundo. Hoje (Sábado, 03/07/2010), em seu site oficial, o gol é dado para Wesley Sneijder.

No lance, Sneijder cruzou para a área brasileira e, após confusão entre Felipe Melo e Julio Cesar, Felipe acabou desviando a bola que pôs o placar em igualdade novamente.


02/07 - 15h30 - Uruguai 1 x 1 (4x2 penais) Gana, Soccer City, em Johannesburgo
Árbitro: Olegário Benquerença (Portugal); Auxiliares: Bertino Miranda (Portugal) e José Cardinal (Portugal)
Cartões amarelos: Fucile, Arévalo, Pérez (URU); Pantsil, Sarpei, Mensah (GANA)
Cartões vermelhos: Suárez, aos 15 minutos do 2° tempo da prorrogação (URU)
Gols: Muntari, aos 47 do 1° tempo; e Forlán, aos 10 do 2° tempo

Uruguai: Muslera, Maxi Pereira, Lugano (Scotti, 37'/1°T), Victorino e Fucile; Álvaro Fernández (Lodeiro, intervalo), Diego Pérez e Arévalo; Cavani (Loco Abreu, 30'/2°T), Forlán e Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.

Gana: Kingson, Vorsah, Pantsil, John Mensah e Sarpei; Annan, Inkoom (Appiah, 28'/2ºT) e Asamoah; Muntari (Adiyiah, 42'/2ºT), Prince Boateng e Gyan. Técnico: Milovan Rajevac.

Obs.: Decidido nas penalidades após prorrogação de 30 minutos.


03/07 - 11h00 - Argentina 0 x 4 Alemanha, Green Point, Cidade do Cabo
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB); Auxiliares: Rafael Ilyasov e Bakhadyr Kochkarov (UZB)
Cartões Amarelos: Otamendi (ARG); Müller (ALE)
Gols: Müller, aos 3 do 1° tempo; Klose, aos 23; Friedrich , aos 28; e Klose, aos 42 do 2° tempo

Argentina: Romero; Otamendi (Pastore, 24'/2ºT), Demichelis, Burdisso e Heinze; Mascherano, Maxi Rodríguez e Di María (Agüero, 30'/2ºT); Messi, Tévez e Higuaín. Técnico: Diego Maradona

Alemanha: Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker e Boateng (Jansen, 27'/2ºT); Khedira (Kroos, 31'/2ºT), Schweinsteiger, Müller (Trochowski, 38'/2ºT), Özil e Podolski; Klose. Técnico: Joachim Löw


03/07 - 15h30 - Paraguai 0 x 1 Espanha, Ellis Park, em Johannesburgo
Árbitro: Carlos Batres (Guatemala); Auxiliares: Leonel Leal (Costa Rica) e Carlos Pastrana (Honduras)
Cartões Amarelos: Alcaraz (PAR); Piqué, Busquets (ESP)
Gol: Villa, aos 38 do 2° tempo.

Paraguai: Villar; Bonet, Paulo da Silva, Alcaraz e Morel Rodríguez; Víctor Cáceres (Lucas Barrios, 40/2ºT), Riveros, Santana e Barreto (Vera, 18'/2ºT); Valdez (Santa Cruz, 27'/2ºT) e Cardozo. Técnico: Gerardo Martino

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puyol (Marchena, 40'/2ºT) e Capdevila; Busquets, Xabi Alonso (Pedro, 29'/2ºT), Xavi e Iniesta; Fernando Torres (Fábregas, 11'/2ºT) e Villa. Técnico: Vicente del Bosque

SEMIFINAL

06/07 - 15h30 - Uruguai 2 x 3 Holanda, Green Point, Cidade do Cabo
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB); Auxiliares: Rafael Ilyasov (UZB) e Bakhadyr (KGZ)
Cartões amarelos: Maxi Pereira, Cáceres (URU), Sneijder, Boulahrouz, Van Bommel (HOL)
Gols: Van Bronckhorst, aos 17 ; e Forlan, aos 40 do 1° tempo; Sneijder, aos 24 ; Robben, aos 27; e Maxi Pereira, aos 46 do 2° tempo

Uruguai: Muslera, Maxi Pereira, Godín, Victorino, Cáceres; Pérez, Gargano, Rios, Alvaro Pereira (Abreu, 33'/2ºT); Cavani e Forlán (Fernandez, 38'/2ºT). Técnico: Oscar Tabárez.

Holanda: Stekelenburg, Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen, Van Bronckhorst; Van Bommel, De Zeeuw (Van der Vaart, intervalo), Robben (Elia, 44'/2ºT), Sneijder, Kuyt; Van Persie. Técnico: Bert Van Marwijk.


07/07 - 15h30 - Alemanha 0 x 1 Espanha, Moses Mabhida, em Durban
Árbitro: Viktor Kassai (HUN); Auxiliares: Gabor Eros (HUN) e Tibor Vamos (HUN)
Cartões amarelos: não houve / Cartões vermelhos: não houve
Gol: Puyol, aos 27 do 2° tempo

Alemanha: Neuer, Lahm, Mertesacker, Friedrich e Boateng (Jansen, 6'/2ºT); Khedira (Mario Gómez, 35'/2ºT), Schweinsteiger, Trochowski (Kroos, 16'/2ºT), Özil e Podolski; Klose. Técnico: Joachim Low.

Espanha: Casillas, Sergio Ramos, Puyol, Piqué e Capdevila; Busquets, Xabi Alonso (Marchena, 47'/2ºT), Xavi, Iniesta; Pedro (Silva, 40'/2ºT) e David Villa (Fernando Torres, 35'/2ºT). Técnico: Vicente del Bosque

DECISÃO 3° LUGAR

10/07 - 15h30 - Uruguai 2 x 3 Alemanha, Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth
Árbitro: Benito Archundia (MEX); Assistentes: Hector Vergara (CAN) e Marvin Torrentera (MEX)
Cartões amarelos: Pérez (URU) Aogo, Cacau, Friedrich (ALE)
Gols: Müller, aos 17; e Cavani, aos 28 do 1° tempo; Forlán, aos 6; Jansen, aos 11; e Khedira, aos 37 do 2° tempo

Uruguai: Muslera, Fucile, Lugano, Godín, Cáceres; Maxi Pereira, Pérez (Gargano, 31'/2°T), Arévalo; Cavani (Loco Abreu, 43'/2°T), Forlán e Suárez. Técnico: Oscar Tabarez.

Alemanha: Butt, Boateng, Friedrich, Mertesacker, Aogo; Khedira, Özil (Tasci, 46'/2°T), Schweinsteiger, Jansen (Kroos, 36'/2°T), Müller; Cacau (Kiessling, 28'/2°T). Técnico: Joachim Löw.

Obs.: A Alemanha ficou com a terceira posição na Copa.

FINAL

11/07 - 15h30 - Holanda 0 x 1 Espanha, Soccer City, em Johanesburgo
Árbitro: Howard Webb (ING); Assistentes: Darren Cann e Michael Mullarkey (ambos da Inglaterra)
Público: 84.490 pagantes
Cartões amarelos: De Jong, Van Persie, Van Bommel, Van Bronckhorst, Heitinga, Robben, Van der Wiel, Mathijsen (HOL); Puyol, Sergio Ramos, Capdevilla, Xavi (ESP)
Cartão vermelho: Heitinga, aos 4 do 2° tempo da prorrogação
Gol: Iniesta, aos 12 do 2° tempo da prorrogação

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen, Van Bronckhorst (Braafheid, aos 15'/1° tempo prorrogação); Van Bommel, De Jong (Van der Vaart, aos 9'/1° tempo prorrogação), Sneijder; Kuyt (Elia, 25'/2°.T), Van Persie e Robben. Técnico: Bert Van Marwijk

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puuyol, Capdevilla; Xabi Alonso (Cesc Fabregas, 42'/2ºT), Busquets, Xavi, Iniesta; Pedro (Jesús Navas, 15'/2°T) e Villa (Torres, intervalo da prorrogação). Técnico: Vicente del Bosque

Obs.: Decidido na prorrogação. A Espanha conquistou seu primeiro título da Copa do Mundo.


Veja também » A Eliminação do Brasil   |   A Final de 2010

Página anterior  A COPA DE 2006 ELIMINATÓRIAS 2010 A COPA DE 2014  Próxima página

Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: Fifa.com; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 05/Junho/2010 - atualizada em 16/Julho/2010.