Federação Internacional de Futebol Associado   A COPA DO MUNDO DE 1934

  (Taça Jules Rimet, disputada na Itália)



Clique no ano e confira a história e tabela por edição.

1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002 2006 2010 2014 2018 CAMPEÕES ARTILHEIROS GOLEADAS RANKING + COPA DO MUNDO

       

A Copa usada como propaganda

Em 1934, o ditador italiano Benito Mussolini percebeu a já crescente popularidade da Copa do Mundo e aproveitou a oportunidade para difundir suas idéias fascistas, dando um desagradável tom político à competição.

Por este motivo, ganhar a Copa do Mundo que sediaria era um ponto de honra para o regime politico. O fascismo avançava na Europa e a vitória dos italianos seria propaganda desse regime autoritário.

Para garantir o melhor time possível, Mussolini mudou leis para facilitar a naturalização de bons jogadores descedentes de italianos que nasceram em outros países. Anfilogino Guarisi, o Filó, brasileiro que jogou no ataque do Corinthians, foi um dos italianos naturalizados no time campeão.

O sucesso do torneio anterior atraiu a inscrição de 32 países, que tiveram que disputar eliminatórias para a escolha dos 16 finalistas.

Desta vez, a disputa não ficaria restrita à Europa e às Américas. A fama do torneio atraiu o interesse de Egito e Palestina, que marcaram presença nas eliminatórias.

Revidando o desprezo dos europeus com a Copa do Uruguai, em 30, a seleção uruguaia, campeã do mundo, não quis disputar a Copa da Itália.

A comemoração italiana após coquista da Copa do Mundo 1934A Final

Na foto ao lado, a comemoração italiana com a conquista

Como planejara o "Duce", a Itália se classificou para fazer a grande final, que seria disputada contra os Tchecos. A Tchecoslováquia derrotou nas semis a Alemanha pelo placar de 3 a 1.

No sábado, 10 de junho de 1934, no estádio do Partido Nacional Fascista, em Roma, mais de 70 mil italianos atenderam ao chamado de Mussolini e foram "exaltar a supremacia fascista italiana".

Quase que os tchecos estragam a festa do ditador Benito Mussolini. Faltando 20 minutos para o término do jogo, Puc silenciou a alegria fascista marcando o gol da Tchecoslováquia.

A apenas oito minutos do apito final, um gol de Raimundo Orsi, levou o jogo à prorrogação. O atacante Angelo Schiavo marcou o gol que deu o título à Itália e fez com que o "Duce" e toda nação pudessem respirar aliviados. A Itália se sagrava campeã do mundo.

Estatísticas da competição

Nesta edição (1934) foram disputados 17 jogos, com 70 gols marcados, uma média de 4,11 gols por partida. A artilharia ficou com * Nejedly (Tchecoslovaquia), Schiavo (Italia) e Conen (Alemanha) - 04 gols cada.
Público total: 395.000 pagantes
Média de público: 23.235 pagantes
Campeão: Itália

 OITAVAS-DE-FINAL
27/05 Itália 7 x 1 Estados Unidos Roma
27/05 Tchecoslováquia 2 x 1 Romênia Trieste
27/05 Alemanha 5 x 2 Bélgica Florence
27/05 Áustria 3 x 2 França Turim
27/05 Espanha 3 x 1 Brasil Turim
27/05 Suíça 3 x 2 Holanda Milão
27/05 Suécia 3 x 2 Argentina Milão
27/05 Hungria 4 x 2 Egito Nápoli
 QUARTAS-DE-FINAL
31/05 Alemanha 2 x 1 Suécia Milão
31/05 Áustria 2 x 1 Hungria Bologna
31/05 Itália 1 x 1 Espanha Florence
01/06 *Jogo desempate Itália 1 x 0 Espanha Florence
31/05 Tchecoslováquia 3 x 2 Suíça Turim
 SEMIFINAL
03/06 Itália 1 x 0 Áustria Milão
03/06 Tchecoslováquia 3 x 1 Alemanha Roma
 DISP. 3°. LUGAR
07/06 Alemanha 3 x 2 Áustria Nápoli
 FINAL
10/06 Itália 2 x 1 Tchecoslováquia Roma
Com o resultado a Itália conquistou a Copa do Mundo (Taça Jules Rimet).
Página anterior  A COPA DE 1930   A COPA DE 1938  Próxima página

Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; e www.fifa.com.
Página adicionada em 06/Novembro/2007 - atualizada em 26/Outubro/2017.

 

Shopping Campeões do Futebol

Ir ao Topo