HISTÓRIA DO FUTEBOL NA SUÍÇA


Federação de Futebol da Suíça  SCHWEIZERISCHER FUSSBALL-VERBAND
  Fundada em 1895
  Afiliada FIFA desde 1904 - UEFA desde 1954
  Endereço: Worbstrasse 48 Postfach 3000 BERN 15 - Suíça
  Site oficial: www.football.ch

História 1ª Divisão Copa da Suíça   + NACIONAIS

       

A Suíça é um bom exemplo de um país pequeno que tem aproveitado da melhor forma os seus recursos. O futebol suíço tem emergido com distinção e os resultados positivos alcançados recentemente atestam o trabalho árduo que tem sido executado em todos os níveis da modalidade.

A Federação Suíça de Futebol (Schweizerischer Fussballverband/Association Suisse de Football ou SFV-ASF) é uma das maiores e mais populares federações desportivas num país onde se falam várias línguas e defende os interesses do futebol suíço a nível nacional e internacional, na área política, econômica e social.

A SFV-ASF, é um organismo independente financeiramente, que não necessita de investimento público, promove o futebol de formação e o profissional, dando especial importância aos escalões mais jovens. Pode olhar com orgulho legítimo para os seus mais de cem anos de história, marcados por diversos altos e baixos, mas com mais momentos positivos do que negativos nos gramados, especialmente nos últimos anos. De fato, uma das conquistas mais importantes aconteceu quando a Suíça venceu a Copa do Mundo Sub-17, na Nigéria, em Novembro de 2009.

Estreia da Suíça em Copas do Mundo 1934 frente a HolandaNo ano de 1934 participa pela primeira vez de uma Copa do Mundo. Em sua primeira partida, disputada no estádio de San Siro em Milão, joga e vence a seleção holandesa por 3 a 2, com a seguinte formação: Sechelhaye, Minelli, Weiler, Guinchard, Jaccard, Hufschmidt, Von Kaenel, Pasello, Kielolz, Abegglen III e Bossi (foto ao lado). Na fase seguinte, válida pelas quartas-de-final, enfrenta a Tchecoslováquia, sendo derrotada por 3 a 2 e dando adeus a competição.

Depois desta participação permanece disputando a Copa do Mundo até a edição de 1954, ficando ausente em 1958, e retornando em 1962 e 1966, depois só voltando a disputá-la em 1994.

A classificação para o Mundial de 1994, depois de 32 anos de ausência, e a primeira participação na fase final de uma Eurocopa – na Inglaterra, dois anos depois – atestam os progressos realizados pela seleção principal. Estes feitos tiveram seguimento com a classificação para o UEFA EURO 2004, em Portugal, e para o Mundial de 2006, na Alemanha, sob o comando do treinador Jakob Kuhn, e mais tarde para o Mundial de 2010, já com Ottmar Hitzfeld no comando técnico. Nesse período, a Suíça organizou, em parceria com a Áustria, a fase final do UEFA EURO 2008.

Nas categorias mais jovens também se registraram enormes evoluções. Depois das diversas seleções de várias categorias qualificarem-se para as fases finais de torneios, a SFV-ASF finalmente festejou um título em 2002, pois, nesse Verão, a Suíça causou sensação ao sagrar-se campeã europeia de Sub-17, na Dinamarca. Ameaçou repetir a conquista ao chegar até às semi-finais da mesma competição, em Maio de 2009, campanha que valeu a classificação para o Mundial do Sub-17, no final desse mesmo ano. Na competição que ocorreu na Nigéria, a Suíça venceu o Brasil no último jogo da fase de grupos e depois eliminou a Alemanha, Itália, Colômbia e Nigéria para se sagrar campeã mundial. Tais resultados positivos, onde também se inclui a presença do Sub-21 nas semi-finais do Europeu, em solo helvético (suíço), representam um enorme empenho para o desenvolvimento do futebol nas categorias menores.

Vários clubes suíços já tiveram campanhas de destaque nas competições europeias. O BSC Young Boys, de Berna, capital federal da Suíça, foi o primeiro a impressionar ao chegar às semi-finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1959. Posteriormente, o FC Zürich igualou o seu feito em duas ocasiões. Entretanto, o FC Basel 1893 tem-se revelado como digno representante do futebol do país, tendo alcançado a segunda fase de grupos da UEFA Champions League em 2002/03. O Grasshopper-Club e o Servette FC também são outras duas equipes de renome do país alpino.

O futebol suíço sofreu enorme expansão e atualmente estão em atividade mais de 240 mil jogadores, em 1500 clubes. Sob a égide da SFV-AFS, o futebol é praticado por cerca de 12.800 equipes. Se para a maioria deles se trata de um passatempo, para um reduzido número de jogadores ao mais alto nível o futebol é mais do que uma questão de gols, pontos e manutenção da condição física. Representa uma oportunidade para conquistar vitórias internacionais, fama e dinheiro.

A SFV-AFS tem desempenhado papel importante na história do futebol. UEFA (Nyon) e FIFA (Zurique) têm as suas sedes na Suíça e não só a UEFA foi fundada no país, em 1954, como também Gustav Wiederkehr, na altura presidente da SFV-AFS, teve papel significativo na consolidação e desenvolvimento da recém-criada instituição. Wiederkehr foi igualmente presidente da UEFA entre 1962 e 1972.

Dados estatísticos da seleção nacional

Participações em Copas do Mundo: 1934 - 1938 - 1950 - 1954 (6ª colocação - sua melhor classificação) - 1962 - 1966 - 1994 - 2006 - 2010 - 2014 - 2018

Títulos

Copa do Mundo Sub-17: 2009

Campeonato Europeu Sub-17: 2002


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: www.football.ch; Uefa.com; Fifa.com; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 12/Junho/2018.

 

Shopping Campeões do Futebol