A Lei do Acesso foi instituída em 1946. O primeiro campeonato realizado foi o de 47, mas apenas em 48 que houve o primeiro acesso efetivo. Óbviamente existiram outros campeonatos com a denominação de segunda divisão antes da criação da Federação Paulista de Futebol, e adicionadas neste arquivo, como o União Fluminense, que segundo o São Paulo Illustrado (de 17/01/1920), foi campeão pela segunda vez em 1919.

O periódico O Combate - Independencia, verdade e Justiça, de 05/03/1924, eo periódico A Gazeta de mesmo dia, informam que o Clube Athletico Audax foi campeão da segunda divisão, mas não diz se foi em 1923 ou 1924. Em relação a este campeonato, a dúvida nos foi tirada em A Gazeta de 31-08-1933, uma nota que diz o seguinte: CONSULTAS - Bartho - O Palestra retirou-se do campeonato de 1924; permaneceu, entretanto, na APEA, ficando sem effeito os dois jogos que havia disputado. Foi considerado ultimo collocado e disputou, depois, um jogo-eliminatoria com o Independencia, campeão da segunda divisão, vencendo-o por 10 a 0.

Segundo comunicado oficial da Associação Paulista de Sports Athleticos, em reunião de 29-04-1926, e publicado em O Correio Paulistano, de 01-05-1926, ficou decidido "Dar o nome de Dr. Ernesto Cassano á taça conferida ao Club Athletico Silex, capeão da segunda divisão em 1925".

Em 1927 o título foi decidido em jogo desempate entre as equipes Voluntários da Pátria e Cotonificio Rodolfo Crespi (3x1 para o Voluntarios).

Segundo o jornal "A Gazeta Esportiva" de 18/12/1973, acontecera uma das maiores, senão a maior goleada entre clubes profissionais brasileiros. A Ferroviária derrotou o Velo clube Rioclarense por 15 a 1 na decisão da Série Amarela da segunda divisão de Profissionais, no dia 11 de dezembro de 1955 no estádio da Fonte Luminosa em Araraquara.

1973 (*) O Rio Claro FC conquistou o vice-campeonato, mas houve uma polêmica: Precisando vencer o Catanduvense na última partida para garantir o título, o Azulão conseguiu apenas um empate, num gramado encharcado, após um verdadeiro dilúvio minutos antes do jogo. Entretanto o gol dos visitantes foi anotado por um jogador, que estaria atuando de forma irregular (deveria estar cumprindo suspensão). O Rio Claro FC entrou na justiça e venceu em primeira instância, sendo inclusive proclamado campeão, mas parece que houve uma reviravolta, pois todas as fontes apontam o extinto Araçatuba como único campeão.

(*) O Minas Gerais Foot-ball Club passou a se chamar Braz Athletic Club em 1924 e, depois, Auto Sport Club em 1925.

(1) Não confundir o Grêmio Novorizontino (fundado em 2010), vice campeão de 2015, com o Grêmio Esportivo Novorizontino (atualmente extinto), vice campeão de 1985, pois são equipes diferentes.

(2) O Ferroviário Ituano é o atual Ituano Futebol Clube - a mudança de nome ocorreu em 1990.
O Cotonificio Crespi atualmente se chama Clube Atlético Juventus.
A equpe FBC Flor do Ypiranga mudou o nome para CA Silex.

FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL
Ano Campeão Vice
2021 São Bernardo FC Água Santa
2020 AD São Caetano São Bento
2019 Santo André Internacional (Limeira)
2018 Guarani (Campinas) Oeste (Itápolis)
2017 São Caetano Bragantino
2016 Santo André Mirassol
2015 Ferroviária Grêmio Novorizontino (1)
2014 Capivariano Red Bull
2013 Portuguesa de Desportos Rio Claro FC
2012 São Bernardo União Barbarense
2011 XV de Piracicaba Guarani FC (Campinas)
2010 Linense Noroeste
2009 Monte Azul Rio Branco
2008 Santo André Oeste (Itápolis)
2007 Portuguesa de Desportos Rio Preto
2006 Grêmio Barueri Sertãozinho
2005 Juventus Noroeste
2004 Internacional (Limeira) Taubaté
2003 Oeste Atlético Sorocaba
2002 Marilia Francana
2001 Etti Jundiai FL Santo André
2000 AD São Caetano Etti Jundiai FL
1999 América (SJ do Rio Preto) Ponte Preta
1998 União Barbarense América (SJ do Rio Preto)
1997 Matonense Ituano
1996 Internacional (Limeira) AA Portuguesa (Santos)
1995 Mogi Mirim XV de Jaú
1994 AE Araçatuba Juventus
1993 Paraguaçuense --
1992 Taquaritinga AD São Caetano
1991 AE Araçatuba --
1990 Olimpia Rio Branco (Americana)
1989 Ferroviário Ituano (2) Ponte Preta
1988 Bragantino Catanduvense
1987 União São João São José
1986 Bandeirante Noroeste
1985 Mogi Mirim GE Novorizontino (1)
1984 Noroeste Paulista FC (Jundiaí)
1983 XV de Piracicaba --
1982 Taquaritinga --
1981 Santo André XV de Piracicaba
1980 São José Grêmio Catanduvense
1979 Taubaté Santo André
1978 Internacional (Limeira) --
1977 Francana --
1976 XV de Jaú --
1975 Santo André Grêmio Catanduvense
1974 Grêmio Catanduvense Santo André
1973 (*) AE Araçatuba Rio Claro FC
1972 São José Garça
1971 Marilia --
1970 Noroeste --
1969 Ponte Preta Francana
1968 Paulista --
1967 XV de Piracicaba --
1966 Ferroviária XV de Piracicaba
1965 Bragantino Barretos EC
1964 AA Portuguesa (Santos) Ponte Preta
1963 América (SJ do Rio Preto) Taubaté
1962 São Bento (Sorocaba) América (SJ do Rio Preto)
1961 Prudentina Ponte Preta
1960 Esportiva Guaratinguetá Catanduva EC e Batatais
1959 Corinthians (Presidente Prudente) Bragantino
1958 Comercial (Ribeirão Preto) Corinthians (Presidente Prudente)
1957 América (SJ do Rio Preto) São Bento (Sorocaba)
1956 Botafogo (Ribeirão Preto) Paulista (Jundiaí)
1955 Ferroviária Botafogo (Ribeirão Preto)
1954 Taubaté Comercial (Ribeirão Preto)
1953 Noroeste Ferroviária
1952 Linense Ferroviária
1951 XV de Jaú Linense
1950 Radium Botafogo (Rib. Preto)
1949 Guarani (Campinas) Batatais FC
1948 XV de Piracicaba Rio Pardo FC
1947 XV de Piracicaba Taubaté
OUTRAS LIGAS / ASSOCIAÇÕES
Abaixo todos os campeões da atual Série A2 que hoje não é oficialmente reconhecido pois a atual Federação Paulista de Futebol (fundada em 14-12-1941) só reconhece os campeões dos campeonatos realizados por ela.
1940 (LFESP) São Caetano EC (S. Caetano do Sul) Cerâmica FC (São Caetano do Sul)
1939 (LFESP) Corinthians FC (Santo André) EC São Bernardo (S.B. do Campo)
1938 (LFESP) AA Tramway Cantareira Corinthians FC (Santo André)
1935 (LPF) CA Albion São Paulo Railway AC
1934 (APEA) AA Ordem e Progresso EC Cama Patente
1933 (APEA) CE Fábricas Orion CRA Ítalo Brasileiro
1932 (APEA) CA Albion Lusitano FC
1931 (APEA) AA São Paulo Alpargatas Antarctica FC
1930 (APEA) Antarctica FC AA São Paulo Alpargatas
1929 (APEA)
(LAF)
Cotonifício Rodolfi Crespi FC
AA São Geraldo
AA República
União Vasco da Gama FC
1928 (APEA)
1928 (LAF)
CA Silex
União Fluminense FC
AA Republica
AA São Geraldo
1927 (LAF)
1927 (APEA)
União Lapa FC
Voluntarios da Patria FC
União Fluminense FC
Cotonificio Rodolfo Crespi FC
1926 (LAF)
1926 (APEA)
CA Sant'ana (São Paulo)
Primeiro de Maio FC (São Bernardo)
União Lapa FC
AA Republica
1925 CA Silex Primeiro de Maio FC (São Bernardo)
1924 CA Independência (São Paulo) CA Silex
1923 CA Audax CA Independência
1922 Ass. Graphica Paulista de Desp. FBC Flor do Ypiranga
1921 CA Independência (São Paulo) Ass. Graphica Paulista de Desp.
1920 SC Syrio (São Paulo) União Artística Cambucy (Sao Paulo)
1919 União Fluminense FC Ruggerone FC
1918 União Fluminense FC União Brasil FC
1917 (APEA) (*) Minas Gerais Foot-ball Club União Fluminense FC
1916 (LPF) União Brasil FC Antarctica FC

Agradecimentos a Eduardo Serafim; e André Silva da Rocha.
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva e Laércio Becker, com colaboração de Adilson Roberto Fontanetti.
Fontes: Campeão de 1919 » São Paulo Illustrado, de 17 de Janeiro de 1920; A Gazeta, de 11-02-1921, 11-03-1924, 11-01-1929, 20-02-1931, 26-10-1932, 07-01-1933, e 31-08-1933; O Combate - Independencia, verdade e Justiça, de 05/03/1924, e 07/11/1927; Diario da Noite, de 12/03/1928; Correio Paulistano, de 11-02-1926, 01-05-1926, 03-03-1927 (Primeiro de Maio campeão de 1926 pela APEA - em Comunicado Oficial da APEA), 03-01-1928, 25-03-1928 (CA Brasil campeão pela LAF), 23-12-1928; Diario Naciona - A Democracia em Marcha, de 21-03-1928, 23-12-1931; Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; www.juventus.com.br; www.futebolpaulista.com.br; Artigo revisto e atualizado tendo como base principal o livro "Os Esquecidos" - Arquivos do Futebol Paulista - DATATORO - Red Bull Brasil - Impresso em março/2016.
Página adicionada em 12/Março/2008; e atualizada em 04/Julho/2021.