Campeões do Futebol

CAPÍTULO 5 - UNIFICAÇÃO DOS TÍTULOS BRASILEIROS
(6. TORNEIOS ENTRE CAMPEÕES REGIONAIS)



Introdução / Sumário Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Capítulo 4 Capítulo 5 Capítulo 6 Capítulo 7 Bibliografia   + LIVROS


6. Torneios entre campeões regionais

Em 1968, a CBD instituiu o Torneio Zonal Centro-Sul-Norte-Nordeste do Brasil. Era uma competição em que o campeão do Torneio Centro-Sul e o campeão do Torneio Norte-Nordeste (torneios equivalentes a uma segunda divisão do Campeonato Nacional). Ou seja, equivale a um torneio entre campeões regionais e, simultaneamente, à decisão da “segunda divisão” nacional de 1968. A partida Nacional-AM 1x0 Grêmio Maringá, jogada no Maracanã, em 24.08.1969, como preliminar de Brasil x Venezuela (pelas Eliminatórias da Copa de 1970), que nos livros consta como um amistoso, a revista Placar Tira-Teima apresenta como final da edição 1969 desse Torneio. No entanto, o que temos no site da RSSSF e em alguns livros é que, enquanto o Torneio Norte-Nordeste foi jogado nos anos de 1969 e 1970, o Centro-Sul de 1969 não foi concluído e o de 1970 nem sequer foi jogado. Ademais, há partidas do Centro-Sul de 1969 que foram jogadas depois da suposta final no Maracanã. Então, devo supor que foi um amistoso mesmo.

O mesmo critério de organização em chaves regionais, tanto da Taça Brasil quanto do Torneio Zonal, foi utilizado na Segunda Divisão do Campeonato Nacional de 1971, dividido nas Zonas Norte-Nordeste e Centro-Sul. Também são regionais algumas edições da Terceira Divisão do Brasileirão, por motivos de economia, já que isso reduz os custos de deslocamento das equipes.

O que nos impede de considerar a Segunda Divisão de 1971 e as edições regionalizadas da Terceira Divisão como torneios entre campeões regionais não é a ausência dos principais clubes, pois não restringimos aos “campeões regionais entre times principais” (o que excluiria também o Torneio Zonal), mas a carência de autonomia. Como vimos acima, os Torneios Norte-Nordeste e Centro-Sul tinham certa autonomia entre si, tanto que o primeiro foi concluído em 1969 e 1970. Também eram de certo modo autônomos em relação ao próprio Torneio Zonal Centro-Sul-Norte-Nordeste, que, ao contrário do Norte-Nordeste, nem foi disputado em 1969 e 1970 (por falta do Centro-Sul). Já as chaves regionais de 1971 não tinham esse caráter autônomo; eram apenas parte do campeonato nacional da segunda divisão.

A Taça Brasil, como sabemos, reunia os campeões estaduais, motivo pelo qual colocamos no capítulo próprio. Esse era seu critério de composição. Mas ela era organizada por meio de chaves regionais: Zona Sul, com Grupo Sul (Campeonato Sul-brasileiro) e Grupo Leste (depois Centro), Zona Norte etc. As finais do torneio eram disputadas pelos campeões dessas chaves, de modo que, pelo critério de organização, a Taça Brasil era, de certo modo, “regionalizada”.

Pelo já citado critério da autonomia, devemos desconsiderar a Taça Brasil como um torneio entre campeões regionais, não obstante o Grupo Sul da Zona Sul seja chamado de Campeonato Sul-brasileiro, o que pressupõe certa autonomia. Afinal, como dissemos acima, o nome não importa. Ademais, o nosso critério básico tem sido o da composição do torneio, não o da organização.

O mais autêntico torneio entre campeões regionais foi a Copa dos Campeões, entre os vencedores das Copas Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul-Minas, Torneio Rio – São Paulo, além dos campeões estaduais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Saiu do calendário em 2003, juntamente com os regionais (à exceção do Campeonato do Nordeste, que sobreviveu até esse ano).

ENTRE CAMPEÕES REGIONAIS – BRASIL
Ano Campeão Vice Torneio
1968 Grêmio Maringá Sport Torneio Centro-Sul-Norte-Nordeste
2000 Palmeiras Sport Copa dos Campeões
2001 Flamengo São Paulo Copa dos Campeões
2002 Paysandu Cruzeiro Copa dos Campeões
Títulos: 1 – Grêmio Maringá, Palmeiras, Flamengo, Paysandu
Por estado: 1 - Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará
Página anterior CRONOLOGIA / GENEALOGIA INTRODUÇÃO TORNEIOS ENTRE CAMPEÕES NACIONAIS Próxima página

 

Clubes do Futebol Paulista 1888-1909

Ir ao Topo