Por determinação da CBF os campeões e vice dos Módulos Verde (Taça João Havelange / Troféu Copa União) e Amarelo (Taça Roberto Gomes Pedrosa) deveriam fazer um quadrangular para se definir o verdadeiro campeão brasileiro de 1987, e os representantes da Libertadores do ano seguinte.

O clube dos 13, organizador dos dois Modulos se recusou a participar deste cruzamento. Para esta entidade que representava os 13 maiores clubes do Brasil, o campeão nacional seria o vencedor do Módulo Verde. Como Flamengo e Internacional se recusaram a participar, a CBF declarou o Sport, vencedor do cruzamento, o campeão Oficial do Brasil de 1987.

Várias batalhas judiciais envolveram a disputa desta competição ao longo dos anos, já que o Flamengo foi declarado pelo Clube dos 13 o campeão de 1987, e o Sport pela CBF.

No mês de maio de 2018, após a maioria dos ministros do Superior tribunal Federal (STF) darem ganho de causa aos pernambucanos, a matéria foi dada como esgotada e não cabe mais discussão quanto ao título brasileiro do Leão. A decisão transitou em julgado, o que significa que estouraram todos os prazos legais para que o Flamengo tentasse reverter a derrota. O processo já teve a sua baixa definitiva efetuada.

SPORT CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987.

QUADRANGULAR

24/01/1988- Guarani W.O. Flamengo (Guarani declarado vencedor por 1x0)
Local: Brinco de Ouro da Princesa (Campinas/SP), à 17h
Árbitro: Renato Marsiglia (RS)
Guarani: Sérgio Neri, Giba, Luciano, Júnior e Gil Baiano; Nei, Boiadeiro e Serginho; Catatau, Mário Maguila e Carlinhos. Técnico: José Luiz Carbone.
Flamengo: não compareceu.

24/01/1988- Sport W.O. Internacional (Sport declarado vencedor por 1x0)

27/01/1988- Guarani W.O. Internacional (Guarani declarado vencedor por 1x0)
Local: Brinco de Ouro da Princesa (Campinas/SP), à 21h
Árbitro: Carlos Elias Barroso Pimentel (RJ)
Guarani - Sérgio Neri, Giba, Luciano, Ricardo Rocha e Albéris; Paulo Isidoro, Nei e Boiadeiro; Catatau, Mário Maguila e João Paulo. Técnico: José Luiz Carbone.
Internacional: Não compareceu.

27/01/1988- Sport W.O. Flamengo (Sport declarado vencedor por 1x0)

FINAL

31/Janeiro/1988- GUARANI 1X1 SPORT
Local: Brinco de Ouro(Campinas)
Árbitro: Carlos Elias Pimentel (RJ); Assistentes: Luiz Antonio Barbosa Lima (RJ) e João José da Silva Loureiro (RJ)
Gols: Betão (pênalti) aos 7 min, e Catatau (pen) aos 17 min do 2º tempo.
Público: 4.627 pagantes - Renda: Cz$ 925.400,00

GUARANI: Sérgio Neri, Giba, Luciano, Ricardo Rocha e Albéris (Gil Baiano); Paulo Isidoro, Nei (Carlinhos) e Boiadeiro; Catatau, Mário Maguila e João Paulo. Técnico: José Luís Carbone.

SPORT: Flávio, Betão, Estevam, Marco Antonio e Zé Carlos Macaé; Rogério, Zico e Ribamar (Disco); Robertinho, Nando (Augusto) e Neco. Técnico: Jair Picerni.

07/Fevereiro/1988- SPORT 1X0 GUARANI
Local: Ilha do Retiro (Recife);
Juiz: Luís Carlos Félix (RJ); Assistentes: João Batista Byron (RJ) e Luiz Antônio Barbosa Lima (RJ)
Público: 26.282 espectadores - Cz$ 4.905.000,00
Gol: Marco Antônio 19 do 2º tempo;
Cartões Amarelos: Paulo Isidoro, Catatau e Ricardo Rocha;
Expulsão: Evair 45 do 1º tempo.

SPORT: Flávio, Betão, Estevam, Marco Antônio e Zé Carlos Macaé; Rogério, Ribamar (Augusto) e Zico; Robertinho, Nando e Neco. Técnico: Jair Picerni.

GUARANI: Sérgio Néri, Gil Baiano, Luciano, Ricardo Rocha e Albéris; Paulo Isidoro, Nei (Carlinhos) e Marco Antônio Boiadeiro; Catatau (Mário), Evair e João Paulo. Técnico: Carbone.

Obs.: Com este resultado, e com a eliminação de Flamengo (RJ) e Internacional (RS) da Fase Final por WO em suas 3 primeiras partidas, o Sport tornou-se Campeão Brasileiro de 1987 e o Guarani Vice-Campeão Brasileiro de 1987.

Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: http://www.jogosdoguarani.com/1988; rsssfbrasil.com/table; Confederação Brasileira de Futebol; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br
Página adicionada em 12/Dezembro/2018.