HISTÓRIA DA FEDERAÇÃO

A década de 30 do século XX se dá por uma série de acontecimentos que marcaram um novo ruma na história da Colômbia. O partido Liberal assumiu o poder no país depois de 50 anos de supremacia conservadora atrvés de Enrique Olaya Herrera, eleito presidente em fevereiro de 1930.

E, com esses ares renovadores na condução do país, as manifestações em outras atividades se afloraram. Uma dela, por exemplo, no futebol que gozava de uma densa popularidade nas principais cidades do país; começando a dar seus pontapés iniciais nos organismos nacionais e internacionais.

O programa elaborado por Alfonso López Pumarejo, denominado como "Revolución en Marcha" o levou a presidência da República para o período entre 1934 e 1938.

Em meio a esse frenesí geral, o futebol colombiano se pôs definitivamente a plataforma nacional com uma transformação em seu nome: de Liga de Foot-ball del Atlântico passou a se denominar Asociación Colombiana de Futbol, que por seu próprio nome ultrapassava as fronteiras da costa até o interior do país.

Seu gestor foi Carlos Lafourie, que como presidente da Liga chamou uma Assembléia Extraordinária em Barranquilla em 08 de junho de 1936 para introduzir uma reforma nos estatutos, já que apenas clubes da Costa do Atlântico, tais como: Barranquilla, Santa maria, Cartagena e outros participavam da Liga. Posteriormente com a criação da Associação, a nível nacional, foram incuídos os clubes de Medellín, Manizales, Cáli, Bucaramanga e Bogotá.

Com o reconhecimento nacional, resolução número 72 de 1936, firmada pelo presidente López Pumarejo e o ministro do Geverno, Lafourie enviou a documentação a FIFA para sua aprovação internacional.

A 14 de agosto de 1936, o Congresso da FIFA realizado em Berlin, na ocasião dos Jogos Olímpicos, foi analisado e aprovada em primeira instância a afiliação da Colômbia no organismo máximo do futebol mundial.

A primeira diretoria do futebol colombiano inscrita na FIFA foi: Carlos Lafourie Roncallo (como Presidente); Elías Coll Tara (Vice-presidente); Nicolás Arévalo (2° Vice-presidente); Alberto Silva (Tesoureiro); Mario Consuegre (Fiscal); Enrique G. Steel (Secretário); Elías Solano (Médico) e Carmelo González Cortina (Advogado).

A Primeira Divisão - Foto Troféu Dymaior da elite colombiana em 2007.
Troféu de Campeão Dimayor em 2007
Dimayor
Logo da Dymaior; Seu significado é: Divisão Maior.

O primeiro campeonato nacional ocorreu em 1948 com a participação de 10 equipes. Em 1958 passou a 18 clubes participantes, depois alternou de 12 a 13 participantes até 1966, quando se estabilizou em 14.

Em 1988, o número chegou a 15 e a partir de 1990, Mustang entra como patrocinador oficial e desde esse ano o campeonato Profissional passa a se denominar de Copa Mustang.

Com a organização do campeonato Categoria Primeira "B" em 1991, que teve o acesso do campeão, Envigado Fútbol Club para 1992 somando-se 16 equipes participantes. E a partir da Assembléia Geral de Clubes realizada em 2002, aprovou-se a participação de 18 clubes na principal divisão do país e a realização de dois campeonatos anuais - o Apertura e o Clausura.

História da 2ª Divisão ou Primeira B

A Administração da Dimayor ante o evidente progresso do futebol colombiano em todos os seus níveis e preocupada pelo futuro do futebol colombiano, haja vista levando a cabo desde abril 1991 o torneio de Segunda Divisão "Primeira B" com resultados satisfatórios dados os objetivos propostos ao se iniciar esta dura façanha. A Segunda Divisão, conhecida como Primeira B, nasceu sob a batuta do Dr. Jorge Correa Pastrana.

A partir de 1962 a Dimayor se interessou em agrupar no seu censo as muitas equipes de cidades importantes sem ter êxito pois a Associação Colombiana de Futebol (Adefútbol) se opôs.

A idéia de se criar uma Segunda Divisão, vem da arrancada de torneios especiais, tais como o torneio de Reservas até se chegar a categoria especial chamada "Primeira B".
Envigado Futbol Club
Envigado F.C. - Primeiro clube campeão da Segunda Divisão ou "Primeira B".

Torneios de Reservas e Similares na História

1962 - O Conselho Directivo da Dimayor promoveu a organização da "Divisão B" para incorporar equipes como Once de Noviembre (da cidade de Cartagena); Deportivo Atlántico (Barranquilla); Deportivo Barranca; Municipio de Tuluá; Boca Junior (Palmira e Javeriano (Pasto). Sem nenhum motivo a Associación Colombiana de Fútbol (Adefútbol) se opôs a esta importante iniciativa.

1966 - Chegou-se a disputar o "Torneio Especial", com vários incovenientes em sua etapa inicial, mas o torneio chegou a ser disputado até o final com a participação da Seleção de Huila, Deportivo Girardot, Distrito Valle, Deportivo Robledo (Cartago), Sulfácidos, Disrepuestos, Distriobras (Palmira), Adenorte e doze equipes dos Clubes Profissionais. O América foi o campeão; Millonarios, de Bogotá, o vice.

1967 A pedido do Deportivo cali é realizado o Torneio Juvenil-Dimayor com a participação dos juvenis do Dep. cali, América, Pereira, Quindío, Nacional, Medellín e Santa Fé. O América levou o título e Santa Fé ficou com o vice-campeonato. E graças ao sucesso deste torneio, a Dimayor e a Totogol criaram o Torneio Seletivo Totogol-Dimayor com a participação de seleções de algumas cidades e os reservas dos clubes profissionais. Campeão: Unión Magdalena; Vice: Deportivo Cali.

1968 - Em 20 de novembro de 1967 é aprovado a criação do Torneio de Segunda Categoria, que se inicia um ano depois, em 21 de setembro de 1968, com a participação de 08 clubes: Juvenil Buga, Deportivo Huila, Juventud Girardot, Deportivo Tuluá, Deportes Cartago, Atlético Barranca, Unión Sogamoso e Atlético Palmira. Campeão: Juvenil Buga; Vice: Deportivo Huila.

1978 - Pela primeira vez se realiza um Torneio de Reservas patrocinado por uma empresa privada, a Posada Tobón S/A, denominado de Copa Colombia, da qual participaram as equipes reservas de 14 clubes profissionais, que teve como campeão o Deportivo Pereira; o Vice foi o Unión Magdalena. Na edição de 1979, que mantém os mesmos clubes como participantes e o único e mesmo patrocinador, o campeão foi o Unión Magdalena; vice: Millonários. O ano de 1980 é realizado com apoio da Posada Tobón, os patrocínios passam a ser individuais, ou seja 14 empresas diferentes, eo Torneio passa a se chamar "Torneio Especial Dimayor". O campeão foi a equipe do Colseguros, ou seja, Millonários e o vice a equipe do Medellín. No ano de 1981 a empresa Bavaria patrocina o torneio que passa a se chamar Campeonato Bavaria, tendo como campeão o América e vece o Millonários.

Desde a sua fundação, a Federação, tem seu histórico da seguinte forma:
1 - De 1948 a 1961, não era necessário que a Dimayor viesse a ampliar o futebol a outros níveis, nem a outras cidades, pois apenas o futebol profissional estava entusiasmando as torcidas.
2 - Somente, a partir de 1962, a Dimayor tenta ampliar o programa "futebol" em repetidas ocasiões sem muito êxito. Entre eles o mais importante foi o Torneio de Reservas, com a continuidade entre 1978 a 1981.


Fontes: Associação de Clubes Profissionais da Colombia; Federação Colombiana; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva e Rafael de Paula da Silva.
Página adicionada em 17/Maio/2007 - revisada em 17/Agosto/2019.