Arquivo
  Especiais
  + Futebol
Íbis SC ÍBIS SPORT CLUB
Fundado em 15 de novembro de 1938
Endereço.: Santo Amaro - Recife/PE
Estádio
Site oficial: www.ibissportclub.com
  História   |   Títulos   |   Hino   |   Diversos                                      + CLUBES
História do Pior Time do Mundo
  História   |   História - Parte II   |   Os 70 Anos   |   Arquivo
Fundado no dia 15 de novembro de 1938 pela Tecelagem de Seda e Algodão de Pernambuco (TSAP), tendo à frente Amaro Silva, Onildo Ramos e Alex Codiceira, além do proprietário da fábrica, surge o Íbis, da necessidade de lazer dos operários. Entretanto, quando o proprietário da empresa, João Pessoa de Queiroz faleceu, seus herdeiros não tiveram interesse pela agremiação.

Foi quando o gerente Onildo Ramos decidiu assumir o clube. Desde lá, o nome da família sempre esteve ligado ao Íbis Sport Club, o Pássaro Preto, que passou a disputar o campeonato da primeira divisão apenas em 1947.

 
Origem do nome e as cores

Nascido em um bairro boêmio, vendo as manhãs de sol, a origem do nome do clube vem do Egito; o Íbis é uma ave negra, pernalta, e é adorada pelos naturais da Região. Reza a lenda que essa ave que enfeita o símbolo do Íbis trasmite azar.

Desde a sua fundação até os dias de hoje as suas cores sempre foram vermelha e preta. Foi durante muito tempo cognominado pela imprensa pernambucana como o "rubro negro das Salinas", homenagem ao Santo Padroeiro do bairro de Santo Amaro das Salinas.
 

O primeiro jogo do Íbis

Matéria do Jornal do Commercio. Página 6. Sexta-feira, 18 de novembro de 1938.

Íbis x Vasco

" Iniciando suas atividades pebolísticas, o Íbis S. Clube, composto de elementos da TSAP, enfrentou na terça-feira última o “onze” do Vasco Fotball Clube.

Às 14 horas, um grupo de operários da Tecelagem foi ao centro da cancha e ofereceu uma artística taça à diretoria do Íbis, agradecendo ao Snr. Luís Silvério. Em seguida realizou-se a partida secundária, que terminou com a vitória do Vasco por 5X3.

Às 16 horas iniciou-se o encontro principal. Decorridos 12 minutos de luta, o ponta direita do Íbis, aproveitando uma indecisão da zaga local, obtém o primeiro tento da tarde, o que lhes garantiu uma estréia auspiciosa nos desportos suburbanos.

No período final, os players vascaínos tudo fizeram para anular a vantagem dos visitantes sendo mesmo exigido a substituição do árbitro e abusado do jogo violento, mas, não conseguiram romper a defensiva do Íbis, que saiu invicta no seu primeiro encontro. A peleja terminou, pois, com a justa vitória dos rapazes da tecelagem de seda e algodão, pelo score mínimo "
.
 

O título de "Pior do Mundo"

Em mais de 70 anos de existência, a principal conquista do Íbis, foi o título "honorário" de pior time do mundo. A notoriedade começou no campeonato pernambucano de 1979, cujo balanço do Íbis foi o seguinte: doze jogos, doze derrotas, 51 gols contra e um a favor (marcado contra pelo zagueiro Cícero, do Sport, na goleada de 8x1). Mesmo após passar anos sem ganhar um único jogo e levando goleadas "estrondosas", o clube só foi rebaixado para a segunda divisão em 1995.

As dificuldades do clube, porém, vem de longe. No campeonato de 1950, em um dos jogos, só apareceram seis jogadores. O limite mínimo da partida era de sete atletas.

Para completar o time, o ex-presidente Ozir Ramos calçou as chuteiras e entrou em campo. "Pior time do mundo" virou um tipo de slogan do clube, que assim passou a ser noticiado em todo o Brasil e até nos EUA, onde a sucessão de derrotas chegou a ser citada em uma edição do "New York Times", um dos jornais mais importantes do mundo.

Afinal como lembra Ozir, para o rubro-negro mais que competir o "importante é existir".
 

Jogadores na Seleção Brasileira

Se o time principal só deu vexame, as divisões inferiores, pelo menos, têm um passado mais glorioso. Foi no Íbis que começou Vavá, bi-campeão mundial em 1958 e 1962, a dar seus primeiros passos com a bola . Outros dois ex-jogadores de Seleção Brasileira que usaram a camisa rubro-negra foram o lateral santista Rildo, em 1959, e o meia direita Bodinho, sensação do Internacional de Porto Alegre, na década de 50.
 

E os anos seguem...

Em 1999, o Íbis conquistou o vice-campeonato Estadual da Segunda Divisão, garantindo seu retorno à elite do futebol pernambucano no ano de 2000.

Em 01 de junho de 2011, a Federação Pernambucana desclassifica o Íbis e mais seis clubes da disputa da segunda divisão. O motivo: não cumprimento do prazo para inscrição de atletas.
 

  História   |   História - Parte II   |   Os 70 Anos   |   Arquivo
Fontes: Donosdoclube, www.arquivodeclubes.com, www.campeoesdofutebol.com.br, Revista Placar, 500 Maiores Times do Brasil, de maio/1997.

Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Página adicionada em 27 de julho de 2011.
  História   |   Títulos   |   Hino   |   Diversos                                      + CLUBES
Pesquisa personalizada
Antigo Escudo do Ibis
O tradicional e antigo escudo do Ibis, utilizado até 31 de dezembro de 2008



Ozir Ramos Junior
Ozir Ramos Junior, Presidente do Ibis.
Foto de Março/2011 no Blog da Federação Pernambucana de Futebol



Durval, um dos primeiros goleiros
Durval, um dos primeiros goleiros do Íbis
Fonte: Donosdoclube



Camisa do Íbis em 2008
camisa utilizada no ano de 2008



Mascote do Íbis
O Pássaro Preto é o Mascote
Arquivo Campeões do Futebol - www.campeoesdofutebol.com.br - Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva - Desde 2005
* Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador