Historia da Copa do Mundo de 1930

Teddy Sheringham
Photo by Wikimedia » CC BY 2.0

Considerado por muitos como um dos melhores atacantes da história do futebol inglês, o versátil Teddy Sheringham deixou o seu nome marcado na década de 1990. Com boa técnica para marcar gols, ele também tinha de boa visão de jogo para deixar seus companheiros em boas condições de furar as defesas adversárias.

No total da carreira, o ex-jogador britânico atuou por oito clubes (sem incluir empréstimos), com duas passagens pelo Tottenham Hotspur — clube onde Sheringham viveu seu auge de performance. Além disso, ele defendeu a seleção inglesa principal durante nove anos (1993 a 2002).

O início precoce no futebol profissional pelo Millwall
Nascido e criado em Londres, o ex-atacante começou sua carreira no clube londrino Millwall, clube pequeno do futebol inglês, onde estreou com apenas 17 anos. De 1983 a 1991, período que defendeu a equipe da capital inglesa, ele marcou 111 gols.

Pelo Milwall, vale destacar que Sheringham ajudou o time a alcançar a primeira divisão do futebol inglês pela primeira vez em sua história — o feito aconteceu na temporada 1987-1988.

Rápida passagem no Nottingham Forest e auge no Tottenham
As boas performances de Sheringham com a camisa do Millwall chamaram a atenção do Nottingham Forest, que investiu 2 milhões de libras em sua contratação na temporada de 1991-1992.

No entanto, a passagem do ex-jogador pela nova equipe durou apenas uma temporada. Com a camisa do Nottingham Forest, o ex-atacante inglês marcou apenas 14 gols e não conseguiu deixar o seu nome marcado na história do clube.

Com o interesse do Tottenham em contar com o seu futebol na temporada 1992-1993, Sheringham não pensou duas vezes e se transferiu para jogar no clube londrino — o Tottenham investiu 2 milhões de libras para lhe contratar.

Pelo Tottenham, Sheringham viveu os seus melhores dias como futebolista profissional a nível de performance. Logo na sua primeira temporada com a camisa dos Spurs (apelido do Tottenham), Sheringham foi artilheiro da Premier League — uma das maiores ligas do mundo já naquela época — com 22 gols. Na disputa pelo posto de artilheiro daquela temporada, o ex-jogador deixou para trás grandes atacantes, como Eric Cantona (Manchester United) e Alan Shearer (Blackburn Rovers).

Entre 1992 e 1997, período de sua primeira passagem pelos Spurs, o ex-atacante foi muito sólido e marcou um total 75 gols com a camisa do Tottenham e se tornou um grande ídolo dos torcedores dos Spurs.

Transferência para o Manchester United e conquistas de grandes títulos
Jogando o melhor futebol de sua carreira e aos 31 anos em 1997, Sheringham atraía o interesse de grandes clubes do futebol mundial naquela época. Sendo assim, ele foi o jogador escolhido do gigante Manchester United para substituir o francês Cantona — ídolo do United que tinha acabado de se aposentar.

Entre 1997 e 2001, período em que defendeu os Red Devils (apelido do Manchester United), Sheringham não conseguiu ser tão consistente como Tottenham e viveu altos e baixos — marcou apenas 31 gols e chegou a amargar a reserva em alguns momentos.

Mas apesar do baixo número de gols, ele contribuiu significativamente para o United conquistar grandes troféus. Na final da UEFA Champions League de 1999, edição que foi vencida pelos Red Devils por 2 a 1 contra o Bayern Munique, foi Sheringham que empatou o jogo para o United contra os alemães.

Manchester United comemora conquista 1999
Photo by Wikimedia » CC BY - SA 2.0

Sheringham também foi tricampeão da Premier League com a camisa do United, além de ter conquistado outras taças de menor expressão. Em sua última temporada (2001-2001) pelos Red Devils e já com 35 anos, Sheringham foi muito bem e acabou sendo eleito o melhor jogador da Premier League pela Associação de Jogadores Profissionais e também pela Associação de Escritores de Futebol.

Volta ao Tottenham e últimos anos da carreira
No final da temporada 2000-2001, o contrato de quatro anos de Sheringham com o Manchester United se encerrou e ele ficou livre no mercado para assinar com qualquer clube. Sendo assim, a volta para Londres era inevitável e ele retornou ao Tottenham para tentar reviver grandes momentos com a camisa dos Spurs.

No entanto, com status de veterano e em fim de carreira, o ex-atacante inglês fez 80 jogos em sua segunda passagem pelo Tottenham, marcando 26 gols em duas temporadas — entre 2001 e 2003.

Antes de se aposentar aos 42 anos no fim da temporada 2007-2008, Sheringham ainda atuou por Portsmouth, West Ham United e Colchester United.

Carreira pela seleção inglesa
Sheringham foi convocado pela primeira vez à seleção inglesa em 1993, pelo treinador Terry Venables. Ao lado do parceiro de ataque Shearer, ele viveu bons momentos com a camisa da Inglaterra, apesar de não ter ganhado nenhum título em âmbito de seleções, como na ótima campanha na Eurocopa de 1996 — a Inglaterra alcançou a semifinal e foi eliminada da competição continental para a Alemanha nos pênaltis.

Quando o assunto é Copa do Mundo, o ex-jogador defendeu a seleção inglesa nos mundiais de 1998 e 2002. Como título de curiosidade, na Copa do Mundo de 2002 a Inglaterra de Sheringham caiu para o campeão Brasil nas quartas de final.

Vida fora dos gramados
Fora dos campos, Teddy Sheringham sempre foi notícia nos tabloides, seja pela presença nas salas de cassinos ou nos campos de golfe. Após a aposentadoria, por exemplo, o ex-jogador se tornou um competidor promissor nos torneios amadores de poker e chegou a conquistar resultados expressivos em torneios grandes.

Hoje, Sheringham não está trabalhando com o futebol em nenhuma área. Ele até chegou a exercer um cargo de diretor de futebol no Stevenage — clube do pequeno do futebol inglês — em 2016, mas foi demitido poucos meses depois.

O último trabalho do ex-atacante no futebol foi em 2017, quando ele foi convidado para ser treinador do clube indiano ATK. No entanto, ele ficou apenas seis meses no cargo de técnico do ATK.

Pesquisas de Sidney Barbosa da SilvaSidney Barbosa da Silva
Fontes: Citadas no artigo; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 14/Agosto/2020.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol