Historia da Copa do Mundo de 1930

Austrália vence Samoa Americana por 31 a 0, um recorde em competições internacionais

Nicky Salapu, o goleiro da Samoa Americana Nicky Salapu (foto), o goleiro da Samoa Americana sendo vasado

Bem que parecia um jogo de basquete pelo placar elástico e diferença de gols, mas não foi. A vitória da Austrália sobre a pobre Samoa Americana se tornaria na maior goleada em torneios organizados pela Fifa, segundo a própria instituição. Foi em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo na Coréia do Sul / Japão 2002, de futebol, e não de basquete. Aos fãs desse esporte que se perguntam Onde quero apostar na NBA? Saibam que há diversas opções ondem podem mostrar seus conhecimentos no jogo. Só no primeiro período foram 16 gols. Archie Thompson foi o artilheiro da partida com 13 gols, recorde em competições internacionais envolvendo clubes e seleções. A vitória Australiana superou o recorde que pertencia ao Tahiti, quando este venceu por 30 a 0 as Ilhas Cook, válido pelos Jogos do Pacífico Sul de 1971.

A "construção" do placar
O placar, na verdade, foi construído depois da decisão da FIFA em punir 19 dos 20 jogadores samoanos americanos uma semana antes. Em cima da hora tiveram que recorrer a alguns jogadores do sub-20 para compor o elenco. Para piorar a situação, eles chegaram sem chuteiras e ainda perderam dois atletas por lesão na derrota por 13 a 0 frente a Fiji, quatro dias antes, quando foram forçados a jogar com jovens de 15 anos.

O treinador dos samoanos profun-damente religioso, Tunoa Lui, procurou a intervenção divina antes da partida. "Assustado não é a palavra", disse ele. "Vamos pedir a ajuda de cima. Estamos pedindo ao Senhor para ajudar a manter o resultado bem baixo."

Eles rezaram, gritaram e cantaram hinos, depois de perder por 8 a 0 para o arqui-rival Samoa dois dias antes. “Só Deus sabe quanto vai ser o resultado contra a Austrália - uma superpotência do futebol com um ranking de 75 da FIFA” - em seus apelos antes da oração.

Os céus se abriram e os Samoanos ficaram de joelhos mais uma vez. O infeliz goleiro da Samoa Americana, Nicky Salapu - o único membro do elenco original, com o passaporte em dia - teve que pegar a bola dentro de sua rede por 52 vezes depois de apenas três jogos das Eliminatórias (0x13 Fiji, 0x8 Samoa e 0x31 Austrália).

E depois de toda a polêmica sobre os passaportes da Samoa Americana, quem iria impedir os 13 gols do atacante Thompson, que encheu suas chuteiras com um hat-trick quádruplo. Até esta partida ele só tinha marcado uma vez pelo seu país. E só teve a sua oportunidade porque o treinador da Austrália, Frank Farina, não convocou os jogadores que atuavam na Premiership Inglesa.

Curiosamente o goleiro australiano Michael Petkovic teve seu primeiro toque na bola aos 86 minutos – quando a Samoa Americana fez seu primeiro ataque na partida.

Ficha técnica: Austrália 31 x 0 Samoa Americana
Data: 11 de abril de 2001
Local: International Sports Stadium, em Coffs Harbour (Austrália)
Público: cerca de 3.000
Árbitro: Ronan Leaustic (Polinésia Francesa)
Assistentes: David Sau (Ilhas Salomão) e Michel Angot (Polinésia Francesa)
4º Árbitro: Derek Rugg (Nova Zelândia)
Gols: Boutsianis aos 10, Thompson aos 12, Zdrilic aos 13, Vidmar aos 15, Popovic aos 18 e 20, Zdrilic aos 21, Thompson aos 23, Zdrilic aos 26, Thompson aos 28, 30 e 32, Zdrilic aos 34, Thompson aos 37, 43 e 45, Boutsianis 51, Colosimo aos 53, De Amicis aos 55, Thompson aos 56, Zdrilic aos 59, Thompson aos 64 e 66, Zidrilic aos 67 e 78, Vidmar aos 82, Colosimo aos 84, Boutsianis aos 86, Thompson aos 88 e 90, e Zdrilic aos 91.

Austrália: Michael Petkovic; Kevin Muscat, Craig Moore, Tony Popovic (depois Fausto de Amicis, no intervalo) e Tony Vidmar (depois Scott Miller, no intervalo); Aurelio Vidmar, Steve Horvat, Con Boutsianis e Simon Colosimo; Archie Thompson e David Zdrilic. Técnico: Frank Farina

Samoa Americana: Nicky Salapu; Lisi Leututu (Richard Mariko aos 50), Soe Falimaua, Lavalu Fatu e Sulifou Faaloua; Travis Sinapati, Sam Mulipola, Pati Feagiai, Young Im Min, Ben Falaniko (Darrel Ioane aos 84) e Tiaoali Savea. Técnico: Tunoa Lui


Por Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 16/Setembro/2020.

 

Mais para você...