Visando promover integração social e educação por meio do esporte o Grêmio Recreativo Barueri, organização não governamental, iniciou suas atividades no ano de 1989. Desde então a instituição tem promovido um amplo trabalho social, afastando crianças, adolescentes e jovens da ociosidade e de atividades ilícitas, formando atletas e formando cidadãos.

Em 2007 eram mais de dez mil e quinhentas crianças atendidas no projeto das escolinhas educativas de esportes em diversas modalidades como: futebol, futsal, vôlei, basquete, judô, karatê, ginástica artística, atletismo, skate e tênis.

Além da instrução esportiva e das atividades física e mental, elas recebiam uniformes (jalecos), lanche, transporte e a oportunidade de viver uma vida mais saudável desenvolvendo atributos importantes como: trabalho em equipe, superação, garra, força, desafios, vitórias e conquistas.

Para Walter Sanches, presidente e fundador da agremiação "não há segredos para o sucesso do Grêmio Barueri. É um somatório de planejamento, organização, seriedade, trabalho em equipe e trabalho sério, desenvolvido e executado por profissionais comprometidos e apaixonados por esporte e por causas sociais".

A partir de 2007 o futebol profissional de Barueri passa a ser totalmente auto-sustentável. Os recursos municipais são destinados exclusivamente para a manutenção dos trabalhos sociais realizados pelas escolinhas de esporte. Para isso, o Barueri conta com novas fontes de renda como: cotas da TV, cotas de patrocínio, venda de ingressos para os jogos, e comercialização de produtos licenciados.

Para esta nova fase, Barueri já conta com novos patrocinadores. São empresas grandes, sérias e que acreditam no trabalho e no desempenho de tantos profissionais envolvidos neste grande projeto. São elas: kanxa: fornecedora de material esportivo; Avimed saúde; Embratel - Empresa Brasileira de Telecomunicações; Hotel Bourbon Alphaville; e ibi: instituição financeira.

Formado para a disputa de vários esportes (do basquete à ginástica artística), o Grêmio Barueri Futebol Ltda., conseguindo sua primeira façanha no futebol 12 anos depois de sua fundação. Foi em 2001, ainda com o nome de Roma, que a equipe ficou com o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, ao derrotar o São Paulo nos pênaltis depois de empatar no tempo normal por 4 a 4.

O profissionalismo só foi possível através do trabalho desenvolvido a partir do ano 2000, quando foi formada uma parceria com a Secretaria Municipal de Esportes da cidade e também com a Incorporativa Roma. O Barueri chegou ao futebol profissional participando da Segunda Divisão pela Série B3 de 2001 (Sexta divisão do futebol paulista), quando ficou em 14º lugar. Sua estréia foi no dia 06 de maio contra a Joseense, perdeu em casa por 2 a 1.

No ano seguinte, ainda pela Série B3, aplicou a maior goleada de sua história, 9 a 0 sobre o EC Gazeta de Ourinhos. Nesta competição chegou as semifinais, sendo eliminado pela equipe "B" da Portuguesa de Desportos.

A partir daí, a equipe só subiu. Em 2003, o time de futebol foi convidado para a B2 pela Federação Paulista de Futebol (saíram os times B da Portuguesa e da Ponte Preta), quando foi vice-campeão. No ano seguinte, o Barueri estava na B1, visando a Série A3 (a disputa era por uma das quatro vagas), lugar que alcançou em 2005, quando foi campeão com o empate por 1 a 1 com o Palmeiras B na final. Em 2006 disputou a Série A2 e com a vitória por 4 a 1 diante do Sertãozinho alcançou vaga para disputar a Série A1 em 2007, quando ficou em 16º lugar na classificação. Em 2008 e 2009 terminou o Campeonato Paulista na 6ª e na 8ª posições, respectivamente.

Nas competições nacionais, a trajetória do clube também é de muito sucesso. No ano de 2006, o time fez sua estreia em torneios nacionais e conseguiu um bom resultado: a quarta colocação do Campeonato Brasileiro da Série C, ganhando o direito a disputar uma divisão acima no ano seguinte. Em 2008, mais um triunfo: outro quarto lugar na Série B, que deu ao clube de disputar o Campeonato Brasileiro da Série A de 2009, no qual encerrou sua participação na 11ª colocação, com 49 pontos em 38 partidas.

Mudança de nome e sede

Escudo do Grêmio Prudente em 2010 Em dezembro de 2009, em função de seu sucesso esportivo e de sua reconhecida gestão profissional, o Grêmio recebeu o convite para transferir-se de Barueri, sua sede original, para Presidente Prudente, município localizado no extremo oeste do estado de São Paulo; vislumbrando novas possibilidades comerciais e mercadológicas, e também uma maior estabilidade em termos de estrutura esportiva, o clube aceitou o convite, e a partir da temporada de 2010, passou a estar sediado em Presidente Prudente.

Dentro do processo de mudança, o clube adotou o nome oficial Grêmio Prudente Futebol Ltda; no entanto, esta alteração foi promovida de maneira a preservar a identidade, a imagem e o reconhecimento do clube e sua marca. Neste ano (2010), o clube foi semifinalista do Campeonato Paulista, sendo eliminado pelo Santo André, mas acabou rebaixado no Campeonato Brasileiro - ficou na última colocação com apenas 28 pontos em 38 partidas - e foi penalizado com a perda de 3 pontos no STJD no jogo contra o Flamengo, realizado em 23/05/2010, por ter escalado jogador de forma irregular.

Retorno a sua casa e nome

Um ano mais tarde, a equipe retornou novamente sua sede para Barueri com o nome de Grêmio Barueri. A temporada foi bem abaixo das expectativas, e o clube foi rebaixado para o Campeonato Paulista da Série A2 e não conquistou o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série A.

Já em 2012, nova decepção, com a eliminação precoce no estadual e o fim das chances de retornar para a elite paulista, além do rebaixamento para a Série C nacional.

Em 2013, mais uma vez a equipe foi mal. A equipe escapou do rebaixamento no estadual somente na última rodada, mas acabou caindo para a Série D do Campeonato Brasileiro.

Já em 2014, o time não se segurou na Série A2 e amargou mais uma queda, dessa vez para a Série A3 do Campeonato Paulista de 2015. Pela Copa do Brasil, a equipe caiu na segunda fase. Já na Série D, não fez boa campanha e acabou sendo eliminado ainda na primeira fase.

Fora das competições nacionais em 2015, o clube se manteve na Série A3 em 2016. Mas após uma campanha melancólica nos 19 jogos que disputou com 19 derrotas e várias goleadas sofridas, uma delas por 10 a 0 frente ao Nacional da Capital, o clube foi rebaixado e não mais participou das competições oficiais da Federação Paulista de Futebol.

TITULOS CONQUISTADOS

Campeonato Paulista Série A3: 2005
Campeonato Paulista Série A2: 2006
Campeonato Paulista do Interior: 2008
Copa São Paulo de Futebol Junior: 2001

Distintivo
Grêmio Barueri Em seu distintivo, o clube busca evidenciar mais o nome da cidade, preferindo com isso que seu nome seja sempre enfatizado como: Barueri.

As 3 estrelas do Escudo se referem dentre muitas às suas conquistas mais importantes, tais como as do Campeonato Paulista Série A-3 2005, Campeonato Paulista Série A-2 2006 e ao Título de Campeão Paulista do Interior conquistado durante o Campeonato Paulista Série A-1 2008.

Mascote
Abelha mascote do GR Barueri O Mascote do clube é uma abelha. A ideia da abelha é expressar simplicidade, trabalho em equipe, força em conjunto e produção de riqueza. Uma abelha sozinha parece ser pequena e fácil de ser dominada. Porém, várias abelhas quando atuam em grupo tornam-se fortes capazes de surpreender e de derrubar um grande animal, até mesmo um homem.

Esse mascote foi pensado de uma forma única, criativa, pois no futebol brasileiro, pouquíssimos times adotam a Abelha como mascote. Além disso, a abelha produz mel, um produto altamente saudável e de grande valor econômico. A abelha se defende por um ferrão e sua picada pode incomodar muito. Várias picadas podem levar o adversário à nocaute!

TODOS OS ECUDOS

GR Barueri Primeiro Escudo GR Barueri Segundo Escudo GR Barueri Terceiro Escudo Grêmio Barueri Escudo Atual (2015) Escudo do Grêmio Prudente em 2010

HINO DO CLUBE

União, suor e raça
Para sempre campeão
É o Barueri que arrasa
Com a mente e o corpo são

Barueri
Com seus atletas nossos heróis
Somos todos vencedores
Cantando a uma só voz

Barueri
Com seus atletas nossos heróis
Somos todos vencedores
Cantando a uma só voz

Sou Barueri
Seja no campo ou na quadra
No tatami ou na pista
Onde a vitória me aguarda

Barueri
Educando pelo esporte
Promovendo Integração
Formando atletas cidadãos

Barueri
Com seus atletas nossos heróis
Somos todos vencedores
Cantando a uma só voz


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da SilvaSidney Barbosa da Silva.
Fontes: www.gremiopp.com.br/futebol - acessado em 11/Abril/2010, www.grbarueri.com.br, www.baruerioficial.com.br, 2016.futebolpaulista.com.br e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 15/Novembro/2018.