O histórico dos jogos entre Flamengo e River Plate é favorável para a equipe brasileira. Até aqui foram 18 jogos com 8 vitórias flamenguistas, quatro empates e seis vitórias do River. 29 gols da equipe brasileira e 24 da equipe argentina.

Em partidas válidas pela Taça Libertadores da América são cinco jogos com três vitórias do Flamengo e dois empates. O Fla marcou onze gols e sofreu cinco. No geral, antes da partida da final da Libertadores 2019, a última vitória do clube brasileiro ocorreu em 1993. E o River não perdia havia 6 jogos, com três vitórias e três empates. A escrita foi quebrada com a vitória de virada por 2 a 1 na primeira final com jogo único em 23 de novembro de 2019. Confira listagem das partidas.

A primeira partida entre os dois Gigantes da América do Sul ocorreu em 1959, com uma goleada do Flamengo por 4 a 1 em jogo válido pelo Torneio de Lima, no Peru (Imagem abaixo, de 4 de fevereiro de 1959, no Jornal dos Sports).

Flamengo 4 x 1 River Plate em 1959

03/02/1959 - FLAMENGO 4 x 1 RIVER PLATE – Torneio Hexagonal de Lima
Local: Estádio Nacional (Lima, Peru)
Gols: Luis Carlos 42 e Henrique 44 do primeiro tempo; Mendez 16, Henrique 17 e Babá 24 do segundo tempo.
FLAMENGO: Fernando, Joubert e Pavão; Jadir, Milton Copollilo e Jordan; Luis Carlos, Moacir, Henrique, Dida e Babá. Técnico: Fleitas Solich
RIVER PLATE: Ovejero, Balesteros e Vairo; Perez, Ramos Delgado e Valentini; De Bourgoing, J. Vairo, Menendez, Rodrigues e Rosseló.

22/12/1959 - Flamengo 2 x 1 River Plate – Amistoso, no Maracanã (Rio de Janeiro)
20/02/1960 - River Plate 1 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
23/02/1960 - River Plate 4 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
15/01/1961 - River Plate 0 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
22/10/1982 - River Plate 0 x 3 Flamengo – Copa Libertadores, no Monumental de Núñez (Buenos Aires)
02/11/1982 - Flamengo 4 x 2 River Plate – Copa Libertadores, no Maracanã (Rio de Janeiro)
16/10/1991 - River Plate 1 x 0 Flamengo – Supercopa da Libertadores, no Monumental de Núñez (Buenos Aires)
23/10/1991 - Flamengo 2 x 1 River Plate [penais 3 x 4] – Supercopa da Libertadores, no Maracanã (Rio de Janeiro)
20/10/1993 - River Plate 2 x 1 Flamengo – Supercopa da Libertadores, no Monumental de Núñez (Buenos Aires)
27/10/1993 - Flamengo 1 x 0 River Plate [penais 6 x 5] – Supercopa da Libertadores, no Maracanã (Rio de Janeiro)

22/08/2000 - FLAMENGO 1 x 2 RIVER PLATE – Copa Mercosul
Local: Maracanã (Rio de Janeiro/BRA)
Árbitro: Gustavo Méndez (Uruguai)
Auxiliares: Daniel Bello (Uruguai) e Jorge Galatti (Uruguai)
Renda / Público: Não divulgado
Cartões amarelos: Leandro Ávila, Mozart, Petkovic (Flamengo), Guillermo Pereyra e Trotta (River)
Gols: Sarabia, aos 12min do 1º tempo; Petkovic, aos 16min, e Cardetti, aos 23min do 2º tempo.
FLAMENGO: Júlio César, Maurinho, Juan, Luís Alberto e Marco Antônio (Bruno Carvalho 60'); Leandro Ávila, Mozart, Lê (Reinaldo 77') e Petkovic; Edílson e Adriano. Técnico: Carlinhos
RIVER PLATE: Bonano, Lombardi, Trotta, Berizzo (Yepes 65') e Sarabia; Guillermo Pereyra, Husain, Zapata (Gabriel Pereyra 57') e Gancedo; Saviola (Angel 74')e Cardetti. Técnico: Americo Gallego

26/09/2000 - River Plate 0 x 0 Flamengo – Copa Mercosul, no Monumental de Núñez (Buenos Aires)
31/10/2000 - Flamengo 1 x 2 River Plate – Copa Mercosul, no Maracanã (Rio de Janeiro)

08/11/2000 – RIVER PLATE 4 x 3 FLAMENGO – Copa Mercosul
Local: Monumental de Núñez (Buenos Aires/ARG)
Árbitro: Epifânio Gonzalez (Paraguai)
Cartões amarelos: Yepes, Sarabia, Aimar e Ortega (River Plate); Edílson (Flamengo)
Expulsão: Berizzo (River Plate); Leandro Ávila e Maurinho (Flamengo)
Gols: River: Edílson (46'), Saviola (53'), Juan (63'), Aimar (83'), Petkovic (85'), Cardetti (89') e Ortega (90+2')
River Plate: Bonano, Sarabia, Trotta, Yepes e Placente; Coudet (Gancedo), Berizzo, Zapata (Cardetti) e Aimar; Ortega e Saviola (Hernán Díaz). Técnico: Américo Gallego
Flamengo: Júlio César, Maurinho, Juan, Gamarra (Fernando) e Bruno Carvalho; Leandro Ávila, Rocha, Alex (Bruno Quadros) e Petkovic; Edílson (Denílson) e Adriano. Técnico: Zagallo

28/02/2018 – FLAMENGO 2 x 2 RIVER PLATE – Copa Libertadores
Local: Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro/BRA)
Renda: 0,00 - Público: portões fechados
Árbitro: Michael Espinoza (Peru); Assistentes: Jonny Bossio (Peru) e Coty Carrera (Peru)
Cartões amarelos: Diego, Henrique Dourado e Everton (Flamengo); Maidana, Lucas Martinez e Zuculini (River Plate)
Gols: Henrique Dourado, aos 8, Rodrigo Mora, aos 10, Everton, aos 21, e Mayada, aos 41 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Pará (Rodinei), Réver, Juan e Renê; Jonas (Rômulo), Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Everton (Willian Arão); Henrique Dourado. Técnico: Paulo César Carpegiani
RIVER PLATE: Armani, Montiel, Maidana, Lucas Martínez e Saracchi; Ponzio, Zuculini (Mayada), Enzo Pérez (Scocco) e De La Cruz (Quintero); Rodrigo Mora e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo

23/05/2018 – RIVER PLATE 0 x 0 FLAMENGO – Copa Libertadores
Local: Monumental de Núñez (Buenos Aires/ARG)
Árbitro: Andres Cunha (Uruguai); Assistentes: Mauricio Espinosa (Uruguai) e Nicolás Taran (Uruguai)
Cartões amarelos: Nacho Fernández, Scocco, Enzo Pérez, Maidana (River) ; Lucas Paquetá, Jean Lucas(Fla)
RIVER PLATE: Armani, Montiel, Maidana, Pinola e Saracchi; Ponzio, Enzo Pérez, Palacios (Rojas) e Nacho Fernández; Scocco (Mora) e Lucas Pratto (Borré). Técnico: Marcelo Gallardo
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Jean Lucas (Jonas); Vinicius Júnior (Marlos Moreno) e Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri

23/11/2019 – RIVER PLATE 1 x 2 FLAMENGO – Copa Libertadores FINAL em Jogo Único
Local: Estádio Monumental, em Lima (Peru) - Data: 23 de novembro de 2019 (Sábado) Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI) Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
VAR: Esteban Ostojich (URU)
Público/renda:
Cartões amarelos: Pablo Marí e Rafinha (Flamengo); Casco, Suárez e Enzo Pérez (River Plate)
Cartões vermelhos: Palacios e Gabigol nos acréscimos do segundo tempo
Gols: Borré, aos 14 minutos do primeiro tempo; Gabigol, aos 43 e aos 46 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão (Vitinho), Gerson (Diego), De Arrascaeta (Piris da Motta) e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

RIVER PLATE: Armani, Montiel, Quarta, Pinola e Casco (Paulo Díaz); Enzo Pérez, Nacho Fernández (Julián Álvarez), Palacios e De la Cruz; Borré (Lucas Pratto) e Matías Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.


Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; e Jornal dos Sports, de 04 de Fevereiro de 1959.
Página adicionada em 17/Novembro/2019 - atualizada em 23/Novembro/2019.

 

Shopping Campeões do Futebol