O Esporte Clube Comercial foi fundado em 15 de março de 1943, por comerciantes da cidade de Campo Grande, então pertencente ao estado do Mato Grosso, e alunos da escola Dom Bosco.

Sua primeira diretoria foi formada por sete integrantes, Sr. Etheócles Ferreira (Presidente), Assad Nasser (Vice-presidente), Aine Guimarães (Secretária-geral), Ueze Elias Zahran (Segundo-secretário), Lauro Richieri (Primeiro-tesoureiro), Bento José Pereira (Segundo-tesoureiro), Diomedes Rosa Pires (Diretor Geral de Esportes). Fundar o Comercial foi uma grande aventura para a diretoria, mas a coragem valeu a pena.

Fundado para ser um time de estudantes do Colégio Dom Bosco, de Campo Grande, o Comercial passou seus primeiros 29 anos atuando no amadorismo. Nesta época, ainda como membro do futebol mato-grossense, o Colorado tinha como principal competição a Liga Campo-grandense, onde começou surgir a rivalidade com o Operário.

Principais clubes da cidade, Comercial e Operário dividiam as cores entre os torcedores de Campo Grande, mas com o número de títulos sendo amplamente favorável ao alvirrubro.

Na história da liga campo-grandense de futebol, o Colorado venceu nove vezes entre 1948 e 1971, contra apenas três do rival, sendo considerado a principal força do futebol local na época.

Depois de 29 anos, com tanto sucesso no futebol amador, o clube fez o seu registro profissional em 08 de dezembro de 1972, para participar da Seletiva para o Campeonato Brasileiro, que estava em sua segunda edição. Começando a era profissional com o pé direito, o Comercial venceu o torneio que integrava equipes de todo o Mato Grosso e foi o primeiro clube a jogar uma competição nacional pelo Estado em 1973. Além de ser a primeira equipe do Mato Grosso a disputar a "elite" do Campeonato Brasileiro, recebeu por sua participação no torneio o registro de clube profissional.


Letra do Hino

Comercial é o maior
A torcida já consagrou
Nossa torcida é a melhor
Salve o nosso torcedor!

Se o comercial entra em campo
Ele precisa de você
A torcida é a alma do time
Com boa torcida é mais fácil vencer

Salve o Comercial!
Salve o nosso torcedor!
Salve o brado da torcida que empresta ao time seu grande valor!
 
Em sua estréia na Série A do Brasileiro ficou na honrosa 26ª colocação (entre 40 participantes), conquistando nove vitórias, entre elas, triunfos sobre o Grêmio e diante do Santos, de Pelé. A primeira partida foi contra o Flamengo (RJ), em campo Grande, com vitória do time carioca por 1 a 0. O Comercial terminou a compertição com 26 pontos conquistados, em 28 jogos disputados.

No total a equipe participou da elite nacional em seis ocasiões e seu retrospecto foi: 26° em 1973; 29° em 1975; 42° em 1978; 37° em 1979; 23° em 1983; e 35° em 1986, sua ultima participação - e também de um clube do Mato Grosso do Sul.

Em 1981, foi realizada a segunda edição da Taça de Prata, que foi disputado por 48 equipes. O Comercial ficou em 4° lugar, também ficou em 3° na última edição da Copa Centro-Oeste de 2002 e, em 1994, ficou em 7° lugar na Copa do Brasil.

O Comercial enfrentou times importantes neste período e fez o Morenão palco de muitas emoções, como em 1973, quando jogou contra o Flamengo. No mesmo ano enfrentou em casa, Santos, Atlético Mineiro e o América. Em 1995, foi a vez do Fluminense vir a Campo Grande. Nos dias em que o Comercial entrava em campo, os jogos eram anunciados por um teco-teco (avião), que jogava panfletos, convidando os campo-grandenses à irem ao Estádio “Belmar Fidalgo”. Desta forma, as festas eram garantidas. O Colorado incendiava a cidade e a torcida, que de tão apaixonada, confeccionou uma bandeira do time de 500 metros quadrados, um das maiores produzidas no Brasil, que foi levada para a arquibancada do Estádio Pedro Pedrossian na carroceria de um caminhão.

Dificuldades extra-campo e ressurgimento

Depois de um longo periodo que fez o clube chegar perto da extinção, eis que surge Carlos Alberto de Assis. Em 2006 assume a diretoria do Comercial e, a partir daí, começou trabalho duro para devolver ao Colorado o prestígio de seus anos de ouro. Em 2006 o clube se licenciou das competições voltando em 2007 na segunda divisão do Campeonato Sul-matogrossense, sendo vice campeão e garantindo acesso, o que deu direito de disputar a elite do futebol do estado em 2008. A grande conquista veio dois anos depois, Esporte Clube Comercial Campeão Sul-Mato-Grossense de futebol profissional da Série A 2010.

Em 2011 caiu nas semifinais do estadual perdendo as duas partidas para o Aquidauanense, que ficou com o vice campeonato. Nos anos que se seguiram o Comercial havia deixado de ser grande no Mato Grosso do Sul e colecionava maus resultados no estadual, às vezes até por pouco se salvando do rebaixamento para a segunda divisão, sem contar o jejum de títulos desde 2010. Em nível nacional, a situação era mais grave: sem jogar a Série A desde 1986, o Comercial estava fora dos torneios desde a participação na Copa do Brasil 2011, sem nunca ter disputado a Série D, criada em 2009.

Porém, o Comercial se reinventou no Campeonato Sul-Matogrossense 2015. Sem sequer avançar à fase decisiva nas últimas três temporadas (desde 2012), ficando mais perto da degola, a equipe de Campo Grande superou as próprias expectativas e venceu o Ivinhema nos duelos finais (empate de 0 a 0 e vitória por 3 a 2), voltando ao topo do Mato Grosso do Sul. De quebra, o Comercial garantiu vaga como representante do estado na Série D 2015, na Copa Verde 2016 e na Copa do Brasil 2016.

Em 2017 participou da Série D e caiu nas quartas-de-finais do estadual. Em 2018 sem nenhuma participação em competições nacionais caiu, mais uma vez, nas quartas-de-finais do estadual.

Novo Mascote do Comercial divulgado em 2015O clube já foi campeão em dois estados diferentes: no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, que tornaram-se dois estados em 1979. É o segundo maior vencedor da história do futebol Sul-Mato-Grossense.

O mascote Colorado foi o Saci, o que deu ao clube o apelido carinhoso de “Saci da Vila”. Em 14 de março de 2015, o Comercial apresentou nova mascote: saíram o Diabo Brasinha e o Saci para a entrada do Lobo Guará, animal típico da região, o que corrobora a intenção do clube de levantar taças em Mato Grosso do Sul e no Centro-Oeste.

Títulos conquistados

Comercial Campeão Sul-matogrossense de 1982
Equipe que conquistou o primeiro título no Estado do Mato Grosso do Sul, em 1982

Mato Grosso - Campeonato Mato-Grossense: 1975

Campeonato Sul-Mato-Grossense: 1982, 1985, 1987, 1993, 1994, 2000, 2001, 2010 e 2015

Seletiva do Campeonato Brasileiro: 1972

Liga Campo-grandense de Futebol: 1948, 1951, 1956, 1957, 1959, 1964, 1965, 1967 e 1971


Por Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: Poster Revista Placar 1982; Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; cbf.com.br/a-cbf/informes; www.capitalnews.com.br/esporte/com-projeto-de e futebolms.com.br/v1/index.php/clubes.
Página adicionada em 11/Fevereiro/2019.

Shopping Campeões do Futebol