Historia da Copa do Mundo de 1930

Créditos Alex Motoc

Entidade tenta mudar formato da competição e torná-la mais atraente

Os principais clubes do futebol europeu têm pressionado a UEFA por mudanças na principal competição do continente, a Liga dos Campeões da Europa. Os argumentos visam um plano de expansão da competição, especialmente na fase de grupos e no mata-mata do torneio.

As propostas incluem aumentar o número de equipes para fazer um torneio de 36 equipes. Atualmente, a fase de grupos é disputada por 32 times. Nesse modelo, a fase de grupos da nova Liga dos Campeões ficaria com seis grupos, cada um com seis times.

Um outro modelo discutido na entidade é diminuir o número de participantes e torná-la mais exclusiva, apenas para grandes clubes da Europa, como Real Madrid, Barcelona, Manchester United, Liverpool, Bayern de Munique, entre outros gigantes.

Nesse formato, esses gigantes se enfrentam mais vezes entre si e com isso conseguem atrair mais atenção do público, de patrocinadores e anunciantes. No formato de hoje, os grandes clubes geralmente se enfrentam apenas na fase final da competição, enquanto a fase de grupos, disputada com clubes menores, é modorrenta e, por vezes, entediante.

As mudanças na Liga dos Campeões provavelmente ganharão o apoio dos principais clubes da Premier League, que já fizeram campanha para uma redução ao calendário nacional. Os planos elaborados pelo Liverpool e apoiados pelo Manchester United sugeriu a ideia de reduzir o número de times na Premier League e também a extinção de competições locais, como a Copa da Liga.

Embora esses planos tenham sido rejeitados em meio às tentativas de dar aos clubes de elite da Inglaterra mais poder, as negociações continuam. A redução do calendário na Inglaterra, com a remoção da Copa da Liga e menos jogos da Premier League, pode abrir mais espaço no calendário desses clubes para uma eventual expansão da Liga dos Campeões expandida.

As cinco primeiras ligas europeias têm atualmente 18 posições garantidas na fase de grupos. Na última temporada, os times que participaram da fase eliminatória era composta quase que exclusivamente por times da Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França.

Ao mesmo tempo em que os grandes tentam dominar a Liga dos Campeões, clubes médios e pequenos mantém o sonho de seguir na competição. São eles os maiores defensores de uma expansão no número de clubes na competição.

Ainda assim, eles ainda negociam para que esse aumento na participação seja em prol de clubes que não estão no primeiro escalão do futebol europeu.

Na última temporada, vencedor da Liga dos Campeões foi o Bayern de Munique, que derrotou o Paris Saint Germain na grande final. A competição na última temporada já foi recheada de modificações.

A principal delas determinou que os jogos de quartas de final e semifinal fossem disputados em partida única, por causa da pandemia do novo coronavírus. Essa também é uma ideia cogitada para as próximas temporadas.

nova Liga dos Campeões


Por Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 27/Novembro/2020.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol