OBSERVAÇÕES:

a) O ranking considera a participação do clube em competições realizadas nos últimos cinco anos (ranking dinâmico);

b) Para cada um dos cinco anos do período considerado, do mais recente ao mais distante, são atribuídos pesos, a serem convertidos sobre cada pontuação, a saber:

1- Ano vigente (n) Pontos x 5
2- Ano imediatamente anterior (n-1) Pontos x 4
3- Ano anterior (n-2) Pontos x 3
4- Ano anterior (n-3) Pontos x 2
5- Ano anterior (n-4) Pontos x 1

c) A pontuação máxima de cada Série (A/B/C/D) representa o dobro da pontuação da Série inferior.
d) A pontuação do clube vice-campeão de uma Série é sempre 80% da pontuação do campeão.
e) A pontuação dos terceiros e quartos lugares de uma Série é sempre, respectivamente, 75% e 70% da pontuação do campeão.
f) Na tabela 1, da classificação 24 em diante repete-se a pontuação da posição 23.
g) A menor pontuação de uma Série é sempre superior à atribuida ao campeão da Série imediatamente inferior.
h) Em 2020 e 2021 a Série D conta excepcionalmente com uma Fase Preliminar, composta de 08 clubes, sendo que os 04 clubes que não obtenham classificação para a sequência da competição receberão 10 pontos no RNC.
i) Entre 2017 e 2020 a Copa do Brasil passou a ter oito fases, com a pontuação seguindo o que estabelece a Tabela 2, Coluna 1.
j) Com a Copa do Brasil retornando a ter sete fases a partir de 2021, a pontuação segue o que estabelece a Tabela 2, Coluna 2.

Critérios para o Ranking de Clubes da CBF para 2021

Confira o Ranking Completo da CBF

Adicionado por Sidney Barbosa da Silva, tendo como fonte a CBF.
Página adicionada em 02/Março/2021.