AceOdds últimos códigos promocionais de apostas
Goiás EC
Goiás
(Goiânia)
28 Títulos
Goiania EC
Goiânia
(Goiânia)
17 Títulos
Vila Nova FC
Vila Nova
(Goiânia)
16 Títulos
Atletico Club Goianiense
Atlético
(Goiânia)
15 Títulos
CRAC
CRAC
(Catalão)
02 Títulos
Anápolis FC
Anápolis
(Anápolis)
02 Títulos
Itumbiara EC
Itumbiara
(Itumbiara)
01 Título
Goiatuba EC
Goiatuba
(Goiatuba)
01 Título

CRAC é a abreviatura de Clube Recreativo e Atlético Catalano, da cidade de Catalão.
O Anápolis FC já foi (super) campeão com o nome União Operária em 1947.

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL
Ano Campeão Vice
2021 Grêmio Anápolis Vila Nova
2020 Atlético Goianésia
2019 Atlético Goiás
2018 Goiás Aparecidense
2017 Goiás Vila Nova
2016 Goiás Anápolis
2015 Goias Aparecidense
2014 Atlético Goias
2013 Goiás Atlético
2012 Goiás Atlético
2011 Atlético Goiás
2010 Atlético Santa Helena
2009 Goiás Atlético
2008 Itumbiara Goiás
2007 Atlético Goiás
2006 Goiás Atlético
2005 Vila Nova Goiás
2004 CRAC Vila Nova
2003 Goiás Novo Horizonte
2002 Goiás Novo Horizonte
2001 Vila Nova Goiás
2000 Goiás Anapolina
1999 Goiás Vila Nova
1998 Goiás Vila Nova
1997 Goiás CRAC
1996 Goiás Atlético
1995 Vila Nova Anápolis
1994 Goiás Vila Nova
1993 Vila Nova Goiás
1992 Goiatuba Goiás
1991 Goiás Atlético
1990 Goiás Mineiros
1989 Goiás Vila Nova
1988 Atlético Goiás
1987 Goiás Atlético
1986 Goiás Atlético
1985 Atlético Goiás
1984 Vila Nova Goiânia
1983 Goiás Anapolina
1982 Vila Nova Goiás
1981 Goiás Anapolina
1980 Vila Nova Goiás
1979 Vila Nova Atlético
1978 Vila Nova Goiás
1977 Vila Nova Goiânia ou Goiás
1976 Goiás Goiânia
1975 Goiás Goiânia
1974 Goiânia Goiás
1973 Vila Nova Goiás
1972 Goiás Atlético
1971 Goiás Vila Nova
1970 Atlético Goiânia ou Vila Nova
1969 Vila Nova CRAC
1968 Goiânia Anápolis
1967 CRAC Atlético
1966 Goiás Vila Nova
1965 Anápolis Vila Nova
1964 Atlético Inhumas ou Goiás
1963 Vila Nova Ferroviário
1962 Vila Nova Santa Rita
1961
Super
Vila Nova
Vila Nova
Atlético
Botafogo de Buriti
1960
Super
Goiânia
Goiânia
Atlético
Anapolina
1959
Super
Goiânia
Goiânia
Atlético
Ipiranga
1958 Goiânia Atlético
1957
Super
Atlético
América
Goiânia
Atlético
1956 Goiânia Goiás
1955 Atlético Goiânia
1954 Goiânia Atlético
1953 Goiânia Goiás
1952
Super
Goiânia
Goiânia
Atlético
Atlético
1951 Goiânia Goiás
1950 Goiânia Araguaia
1949 Atlético Goiânia
1948 Goiânia Atlético
1947
Super
Atlético
União Operária
Goiânia
Atlético
1946 Goiânia Goiás
1945 Goiânia Goiás
1944 Atlético Goiânia

A Federação reconhece como campeões estaduais os times que venceram o campeonato citadino de Goiânia a partir de 1944. Antes disso, porém, foram feitas algumas experiências.

Na p. 36 de seu livro “Arquivos do futebol goiano”, João Batista Alves Filho afirma que um time formado em Catalão é considerado “campeão extra-oficial” de 1923 por ter derrotado outro de Anápolis. Mas não informa se é o Catalão FC ou alguma seleção local. Idem quanto ao adversário.

Em 1938 e 1939, Atlético e Corinthians Goiano (que mudou de nome para Goiânia EC) disputaram extra-oficialmente a hegemonia do futebol goianiense.

Em 1940 e 1943, campeonatos com cinco times da capital foram disputados. O primeiro foi conquistado pelo Goiânia e o segundo foi interrompido.

De 1944 a 1961, os campeonatos reconhecidos pela Federação eram amadores e disputados majoritariamente por times da capital. A partir de 1962, são de futebol profissional e com maior participação de times do interior.

Em 1947, ocorreu um tira-teima entre o campeão da capital e o do interior (União Operária, que depois mudou de nome para Anápolis), semelhante à Taça Competência, de São Paulo. Em 1952, 1957 e de 1959 a 1961, “super-campeonatos” foram disputados entre times da capital e do interior. Como o Projeto Futebol de Goyaz defende o reconhecimento desses títulos como estaduais, em lugar dos citadinos, seus campeões e vices também são informados nessa tabela.

Em alguns anos, a lista aponta dois vice-campeões porque eles terminaram empatados em pontos mas as fontes divergem e não está claro o critério de desempate adotado na época (número de vitórias, saldo de gols, gols pró, pontuação nas fases anteriores etc.), ou se havia necessidade de partida extra.

Em relação ao campeonato de 1964, não há um consenso das fontes quanto ao vice-campeão. A FGF e o Projeto Futebol de Goyaz apontam o Inhumas enquanto a RSSSF e Julio Bovi Diogo indicam o Goiás.

Em 1970, dois times terminaram o campeonato com a mesma pontuação, em segundo lugar. A FGF e a RSSSF apontam como vice-campeão o Goiás enquanto o Projeto Futebol de Goyaz e Julio Bovi Diogo indicam o Vila Nova.

No quadrangular final de 1977, dois times terminaram em segundo lugar, empatados em pontos e número de vitórias. O Goiânia venceu o confronto direto mas o Goiás teve melhor saldo de gols. Razão pela qual, na época, o Tabelão Placar desempatou em favor do Goiás, como terminando o quadrangular em segundo, e o Jornal dos Sports (01.10.1977, p. 7) disse que ele foi o segundo colocado “no certame”. Além disso, nos dois turnos da primeira fase, o Goiás teve melhor pontuação, saldo e número de vitórias. Mesmo assim, a FGF e o Anuário Placar 2004 indicam o Goiânia vice, sem esclarecer o critério.

Em 1985, o Goiânia terminou em segundo no hexagonal final, mas o Goiás ficou em segundo na classificação geral, somando os pontos de ambas as fases. A FGF aponta o Goiás vice-campeão.


Fontes: “História do campeonato goiano: 1944-2018”, de Julio Bovi Diogo; Projeto Futebol de Goyaz (www.futeboldegoyaz.com.br); “Futebol no Centro-Oeste”, de Fábio Santa Cruz; “Arquivos do futebol goiano”, de João Batista Alves Filho; Federação Goiana de Futebol e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Pesquisas de Laércio Becker, de Curitiba-PR; Sidney Barbosa da Silva
Página adicionada em 15 de fevereiro de 2005 e atualizada em 09/Outubro/2021.