Historia da Copa do Mundo de 1930

A 47ª edição da CONMEBOL Copa América voltará a ser sediada por mais de um país desde a disputa de 1983: Argentina e Colômbia serão os anfitriões. Nesta edição, veja copa américa 2020 calendário, participarão 12 seleções nacionais, sendo 10 da América do Sul (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), e outras duas convidadas, Catar, da Confederação Asiática de Futebol, e Austrália, do continente da Oceania, mas que participa de competições da Ásia.

A Austrália, inclusive, será a décima seleção "estrangeira" a disputar a Copa América. Catar, Costa Rica, Estados Unidos, Haiti, Honduras, Jamaica, Japão, México e Panamá são as outras nove "estrangeiras". O Catar repetirá sua participação, já que disputou a edição de 2019.

Esta edição do torneio de seleções mais antigo do mundo, que pela primeira vez será disputado em dois países ao mesmo tempo, foi adiado para o próximo ano devido à crise sanitária causada pela covid-19. A programação e o regulamento do torneio sofreram mudanças. O formato não foi alterado.

“As mudanças indicadas têm como objetivo reduzir as viagens entre as sedes e adicionar dias de descanso para as equipes classificadas entre a fase de grupos e as quartas de final”, esclareceu a Conmebol.

O conselho da entidade que comanda o futebol sul-americano também autorizou a substituição de até três jogadores na lista de cada país, além das substituições por lesão, uma vez concluída a fase de grupos. As substituições terão que vir da lista provisória de 50 jogadores apresentada por cada seleção antes do torneio.

A CONMEBOL pretende fazer a Copa América com público total caso haja a vacina contra o coronavírus. Caso não seja possível, projeta-se a possibilidade de que seja com 30%, 40% de capacidade dos estádios.

Entretanto, o secretário-geral adjunto de futebol e diretor de desenvolvimento da entidade, Gonzalo Belloso, afirmou que a decisão final dependerá das autoridades da Argentina e da Colômbia, sedes da competição, para liberar as partidas com público e permitir a entrada de estrangeiros nos países.

Sedes e Estádios

A Argentina terá cinco cidades como sede, Buenos Aires (Estádio Monumental), Córdoba (Estádio Mario Alberto Kempes), La Plata (Estádio Único), Mendoza (Estádio Malvinas Argentinas) e Santiago del Estero (Estádio Único Santiago del Estero).

A Colombia sediará jogos em Barranquilla (Estádio Metropolitano Roberto Meléndez), Bogotá (Estádio Nemesio Camacho El Campín), Cali (Estádio Olímpico Pascual Guerrero) e Medellín (Estádio Atanasio Girardot).

A CONMEBOL definiu que a partida inaugural será realizada em 11 de junho de 2021 em Buenos Aires, na Argentina. A final será em Barranquilla, na Colômbia, no dia 10 de julho. Nesse mesmo dia, o jogo valendo o terceiro lugar será disputado em Bogotá.

Curiosidades

Entre os dois países que sediarão a Copa América, a Argentina, detentora de 14 troféus, é a que mais tempo está sem conquistar a competição, são dez torneios de jejum, o último título em 1993. A Colômbia está sem conquistar o torneio desde 2001, seu único título.

Os maiores vencedores são Uruguai 15 conquistas, Argentina 14 e Brasil 9.

De todos os participantes da CONMEBOL, apenas Equador e Venezuela não conquistaram a taça.


Por Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 15/Dezembro/2020.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol