Campeões do Futebol
Pesquisa personalizada
Clubes Centenários do Brasil

HISTÓRIA DO SÃO PAULO ATHLETIC CLUB

São Paulo Athletic ClubCLUBE ATLÉTICO SÃO PAULO
Fundado em 13 de maio de 1888
Endereço: Rua Visconde de Ouro Preto, 119 - Consolação
São Paulo CEP 01303-060 - SP - Brasil
Site Oficial: www.spac.org.br
  História   |   Títulos   |   Todos os Jogos   |   Presidentes   |   Diversos                 + CLUBES
A FUNDAÇÃO DO SPAC

Observação: O SPAC publicou seus estatutos sociais no "Diário Oficial" do Estado de São Paulo, edição de 23 de março de 1906, bem como registrado os mesmos no Registro de Imóveis da 1ª Circunscrição da Capital sob n° 178, à página 119 do Livro de Inscrição de Sociedades Civis, em 7 de abril de 1906.

Matéria de John Robert Mills, em outubro/2005

Há mais de um século, no dia 13 de maio de 1888, um grupo de ingleses enviados ao Brasil para a construção da "São Paulo Railway", comemorava a abolição da escravatura, decretada pela Princesa Isabel, quando resolveram fundar um clube onde pudessem praticar esportes tipicamente ingleses, como rugby, tennis e cricket. Nascia o The São Paulo Athletic Club (depois aportuguesado para Clube Atlético São Paulo), ou Clube Inglês, como é conhecido, ou ainda SPAC, que tem o mérito de ser o pioneiro em esportes como o Squash, o Rugby e o Bowls, este último só praticado no SPAC.

No século passado, quando as mulheres eram proibidas de permanecer no "PUB Bar", o tênis já era muito praticado no Clube Inglês, que na época já estava localizado no seu endereço atual, ao lado da "Caixa D'água" como era chamado o hoje reservatório da Consolação.

Naquela época, só ingleses eram aceitos como sócios e todos faziam questão de manter vivas as tradições da família inglesa, como o tradicional chá das cinco e o jogo de bridge, tradições seguidas até hoje...

A Fundação

Cena 1 - 13 de maio de 1888. Sala imperial do Palácio de Petrópolis. A Princesa Isabel Regente está sentada em sua escrivaninha da melhor mobília inglesa Chippendale. Está pronta para assinar a Lei Áurea, em nome de Dom Pedro II. Esse dia o Imperador decretou feriado.

Cena 2 - Mesmo dia numa mesa de bar na rua São Bento em São Paulo. Meio-dia, e vários britânicos, alguns engenheiros da recém construída São Paulo Railway e outros comerciários da cidade, estão saboreando um gin tonic, conversando sobre a idéia de fundar um clube social-esportivo, onde poderiam disputar seu jogo predileto, o críquete, bem como compartilhar horas de lazer com as famílias. Entre eles estão William Snape, William Speers, William Fox Rule, Peter Miller, Percy Lupton e Charles Walker.

Este não é um roteiro de um filme do renomado diretor Fernando Meirelles, porém foram dois fatos determinantes da história do Brasil e do São Paulo Athletic Club, carinhosamente apelidado de SPAC, hoje Clube Atlético São Paulo. O SPAC é considerado o clube mais antigo da cidade de São Paulo.

Numa travessa da Rua Consolação, - uma caminhada de dez minutos do centro de São Paulo, quase num beco, existe uma rua de nome nobre - Visconde de Ouro Preto - onde se encontra o clube berço do futebol brasileiro, e de muitos outros esportes. É uma associação centenária fundada por britânicos radicados na cidade de São Paulo, mas que hoje está recheada de brasileiros e de muitas outras nacionalidades, dando ao clube um ar cosmopolita. A maioria dessas pessoas já se acostumou aos pratos típicos, tais como os pies (tortas, especialmente de rins e de frango) e os puddings (pudins de nozes, frutas etc.), e o tradicional, e hoje não tão pontual, chá das cinco.

Não há dúvida de que o sócio mais ilustre do SPAC foi Charles Miller, que nasceu no Brás em 1874, e foi enviado para estudar em Southampton na Inglaterra, onde aprendeu o novo esporte da época, o association football, nosso conhecido futebol. Em 1894 ele retornou ao Brasil com duas bolas de capotão e um livro de regras, para jogar este novo e cativante esporte, até então desconhecido no Brasil.

Em abril de 1895 organizou com seus colegas do SPAC o primeiro "jogo oficial" de futebol, que foi disputado numa gleba de terra na Várzea do Carmo, entre as equipes da São Paulo Railway (SPR) e a do The Gaz Co, fornecedora de gás da capital. O resultado foi de 4 x 2 para a SPR, com dois gols de Charles Miller. No final deste jogo, a exclamação unânime dos jogadores foi: Que ótimo esporte, que joguinho bom. Este jogo seria a semente, ou alavanca, que tornou o SPAC o primeiro tri-campeão da Liga Paulista de Foot-ball em 1904, e o Brasil Pentacampeão mundial de Futebol no Japão em 2002.

A sede principal do SPAC no bairro da Consolação, junto à Caixa dÁgua, foi comprada de Dona Veridiana Prado. Conta-se que no final do século XIX, durante um acontecimento político da época, William Fox Rule, muito amigo da família Prado, ajudou seu filho Eduardo Prado a fugir do país para a Europa, de onde retornou tempos depois. Como reconhecimento por este nobre gesto, ela ofertou o terreno aos ingleses, que posteriormente foi adquirido dessa veneranda senhora.

O SPAC, porém, não vive somente do futebol, e é considerado o clube que introduziu os jogos de rúgbi, hóquei de grama, squash e badmington no Brasil. Também foi um dos primeiros lugares onde se jogou tênis. Vários sócios do SPAC, entre eles Charles Miller, também foram conselheiros em 1924 da recém fundada Federação Paulista de Tênis.

Em 1928, com o grande aumento de associados, o clube obteve a concessão de um grande terreno da São Paulo Railway em Pirituba, e foi ali que os esportes coletivos, como o críquete, futebol e rúgbi floresceram. Quando, em 1947, a Fepasa encampou a "Ingleza", como era chamada a ferrovia, o clube teve que deixar Pirituba. A Diretoria então comprou um grande terreno da Light, no bairro de Veleiros, na Represa de Guarapiranga, onde hoje fica sua sede campestre e esportiva. Nos finais de semana os dois campos oficiais, um de futebol e outro de rúgbi, bem como as piscinas ficam lotadas de ávidos associados à procura de seus esportes preferidos.

Todos conhecem o apoio que o SPAC sempre deu ao esporte amador, com o objetivo primordial de criar uma juventude sadia, e o Clube Atlético São Paulo tem muito orgulho do papel que desempenhou no desenvolvimento dos esportes no Brasil. Desde os tempos de nossos precursores: Charles Miller, William Snape, William Speers e William Fox Rule até o mais jovem esportista mirim de hoje, procuramos manter as nossas tradições seculares. (John Robert Mills, em outubro/2005).

O FUTEBOL NO SPAC

Charles MillerOficialmente, o grande divulgador do futebol no Brasil foi Charles Miller, após retornar de um período de estudos em Suthampton, na Inglaterra, trazendo consigo na bagagem duas bolas de couro e outros materiais de futebol.

Ao chegar no Brasil, Charles Miller se surpreendeu com o fato de que não havia interesse pelo futebol, sendo este esporte praticamente desconhecido no país; muito embora, houvesse uma presença britânica marcante, com empresas de comércio, indústrias e serviços.

Apesar da colônia inglesa, radicada em São Paulo, conhecer o futebol, não havia interesse por ele, pois o esporte praticado pelos sócios do São Paulo Athletic Club era o cricket. Desse modo, Charles tornou-se sócio deste clube, com o intuito de difundir o futebol.

Aos poucos Charles foi conseguindo adeptos, e os treinos foram-se amiudando e, na Chácara Dulley, tiveram lugar, cada vez mais animados, os treinos e os bate-bolas.

Isso, esses ensaios privados dos britânicos valeram de muitíssimo, embora não pareça. Serviram para que a cidade ficasse sabendo que "lá pelos lados da Luz, do Bom Retiro, um grupo de ingleses, maníacos como eles só, se punha, de vez em quando, a dar pontapés numa coisa parecida com bexiga de boi, dando-lhe grande satisfação e pesar quando essa espécie de bexiga amarelada entrava por um retângulo formado de paus". (Carta enviada de São Paulo para o Rio, a 16 de agosto de 1896, pelo jornalista Celso de Araújo ao jornalista Alcino Guanabara).

Muita gente foi ver o que faziam os ingleses, "lá pelas bandas do Bom Retiro". E muita gente gostou, querendo saber, depois, como se jogava aquilo. E dessa curiosidade nasceu o interesse. Do interesse, a propaganda. Da propaganda, a difusão. E assim, em 14.04.1895, na Várzea do Carmo, em São Paulo, duas equipes formadas basicamente por associados do SPAC, uma denonimada de The São Paulo Railway Team, a outra The Gas Works Team, realizam a primeira partida de futebol, com vitória da primeira por 4x2. Depois disso clubes foram formados e várias partidas avulsas de futebol passaram a ser realizadas.

A primeira partida de futebol do SPAC

Depois desta partidas avulsas, disputou-se a 12 de março de 1899 , o primeiro prélio de caráter internacional: Mackenzie, formado por sua "quase totalidade por brasileiros", x São Paulo Athletic Club (SPAC), o clube dos ingleses, no campo da Consolação. Venceram os do "Atlétic". 3 a 0. Vitória que, ao invés de desanimar os brasileiros, mais os estimulou, porque a impressão dominante, antecedendo o jogo, era a de que os dianteiros ingleses iam ficar com câimbras de tanto marcar tentos na meta do Mackenzie. Mas isso não aconteceu.

Competições disputadas pelo SPAC

Ao longo de sua curta vida em competições oficiais da Liga Paulista de Football, atual Federação Paulista de Futebol, o SPAC disputou por onze anos seguidos o campeonato paulista (1902 a 1912), sendo campeão por quatro vezes, três delas seguidas: 1902, 1903 e 1904.
 
O São Paulo Athletic e o Paulistano em 1902
O São Paulo Athletic Club e o Paulistano posam juntos para foto, em 1902
 
O primeiro, em 1902, reuniu os cinco times fundadores da Liga, com partidas realizadas no Velódromo, do Paulistano; no Parque Antárctica, do Germânia; e no campo da Rua Consolação, do SPAC. Esta competição terminou empatada entre o SPAC e Paulistano, com Charles Miller sendo o artilheiro da competição com 10 gols. O desempate ocorreu no Velódromo, em 26 de outubro de 1902, e o São Paulo Athletic venceu por 2 a 1, ficando com o título. Em 1903 as mesmas cinco equipes participaram e, novamente terminou empatado entre as duas mesmas equipes. No desempate, mais um vez deu SPAC, 2 a 1. Já no ano de 1904, realiza-se o terceiro certame, com a inclusão da Associação Athletica das Palmeiras. Sagra-se tricampeão o SPAC, derrotando mais uma vez, em jogo desempate, o Paulistano.

No ano de 1905 o SPAC termina na quarta colocação. Em 1906 começa a derrocada do São Paulo Athletic que, com derrotas humilhantes, uma delas, em 05 de agosto, por 9 a 1 para o SC Internacional, deixa a competição antes de seu término, não comparecendo a vários jogos. Em 1907 e 1908 termina o campeonato na penúltima colocação, entre os seis participantes. Depois, em 1909, é o último colocado das cinco equipes que terminaram o torneio, já que o Internacional foi eliminado da competição por agressão ao árbitro.

Em 1910 o SPAC começa a se reorganizar e termina a competição em terceiro lugar. Neste mesmo ano, em 04 de setembro, faz um amistoso com o Corinthian Team, equipe inglesa que inspirou a criação do Corinthians Paulista, no Velódromo Paulistano, com vitória da equipe inglesa por 8 a 2.

O último título e o adeus

O ano de 1911 marcou o último título dos "ingleses" que sobraram na competição. Foram nove partidas disputadas, com sete vitórias, um empate e uma derrota; vinte e três gols marcados e 15 sofridos, sendo coroado campeão. Neste mesmo ano faz um outro jogo internacional, desta vez com a seleção do Uruguai: empate por 2 a 2.

Em sua última competição, a de 1912, terminou na penúltima colocação, entre sete equipes. Com a evolução do futebol pelos "pés dos brasileiros" e, com campanhas abaixo do esperado pela colônia inglesa, deixa de existir o clube introdutor do futebol no Brasil.
  História   |   Títulos   |   Todos os Jogos   |   Presidentes   |   Diversos                 + CLUBES
Fontes: Matéria de John Robert Mills, em outubro/2005; Primeiros 60 anos de futebol no Brasil, De Vaney; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br
Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva - Página adicionada em 01/Janeiro/2013.
  CAMPEÕES   ESPECIAIS
  + ESPECIAIS   + FUTEBOL


ARTILHEIROS DO SPAC NO PAULISTÃO


O SPAC fêz artilheiros do campeonato paulista em quatro temporadas:

1902
Charles Miller, 10 gols

1903 (*)
Boyes, 4 gols

1904
Charles Miller e Boyes, 9 gols cada

1910 (*)
Boyes, 10 gols

(*) empatado com atleta de outra equipe.

SBSites Internet História do E.C. Metropol (SC)
   Home      Historiadores      Blog Campeões      Loja Campeões
  Arquivo Campeões do Futebol - Desde 2005 | Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva | Hospedagem SBSites Brasil
 
  * Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador