História do São Paulo Futebol Clube


Tricolor do Morumbi    SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE
    Fundado em 16 de dezembro de 1935
    End.: Pça. Roberto Gomes Pedrosa, 1 - Morumbi - São Paulo/SP
    Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)
    Site: www.saopaulofc.net


História Títulos Hino Maiores Públicos Presidentes Estádios Campanhas Distintivos Foto Galeria + São Paulo     + CLUBES

       

O INICIO, 1930 ou 1935?

Até hoje ha controversias sobre a data de fundação do clube. Foi 1930 ou 1935? - O São Paulo FC nasceu em 26 de janeiro de 1930, da fusão entre o Clube Athlético Paulistano, fundado em 29 de dezembro de 1900, e Associação Athletica das Palmeiras, fundado em 09 de novembro de 1902. O uniforme escolhido levou o branco e o vermelho do Paulistano e o preto e branco da AA das Palmeiras.

Em 1935 o São Paulo fundiu-se novamente, desta vez com o Clube de Regatas Tietê, adotando o nome deste. Alguns dirigentes não gostaram de perder o seu São Paulo, deixaram o Tietê e, no dia 16 de dezembro de 1935, criaram novamente o São Paulo FC.

A Federação Paulista de Futebol reconhece os titulos do antigo São Paulo da Floresta para o clube atual, a contra-gosto dos rivais.

Mascote
Santo São Paulo
Mascote


Mestre Telê
Telê Santana
Ídolo como treinador


Goleiro artilheiro
O Grande Ídolo
Rogerio Ceni



LOJA CAMPEÕES
Mundial Clubes 2005
     R$ 6,90

A primeira partida de futebol do clube foi realizada em 1930 (como São Paulo da Floresta), contra a equipe do CA Ypiranga. São Paulo 0x0 Ypiranga, em jogo válido pelo campeonato paulista. E em 1933, o São Paulo da Floresta bateria o Santos por 5 x 1 na primeira partida de futebol profissional do Brasil.

Já a primeira partida do São Paulo (do Morumbi) fundado em 1935 foi contra a AA Portuguesa Santista, um amistoso no Estádio Palestra Itália, que terminou com vitória por 3 a 2, realizada em 25 de janeiro de 1936. Os gols do São Paulo foram marcados por Carazzo (2) e Antoninho (autor do primeiro gol do jogo), já os da Portuguesa foram marcados por Ruy (contra) e Franco.
FICHA DA PARTIDA:
Árbitro: Heitor Marcelino Domingues - Público: 3.000 pagantes
São Paulo: King; Ruy e Picareta; Ferreira (Julio Colosso), José e Segoa; Antoninho, Hermenegildo Gabardo, Juca (Gutiérrez), Carazzo e Paulinho. Técnico: Armando del Debbio.
A.A. Portuguesa: Ratto; Romeu e Teixeira; Del Popollo, Archimedes e Argemiro; Vega, Armandinho, Orlando (Franco II), Tim e Gildo. Técnico: Desconhecido.

A maior goleada aplicada pelo Tricolor em clássicos paulistas, aconteceu no dia 18 de junho de 1944, São Paulo 9x1 Santos.

Serginho Chulapa é o maior artilheiro da historia do clube com 242 gols marcados.

Mascote » Santo São Paulo, foi criado na década de 40 por um cartunista do jornal A Gazeta Esportiva, a imagem do santo agradou a todos os São-paulinos e permanece até hoje como mascote oficial do clube. O verdadeiro santo morreu jovem, mas o simbolo é um velhinho.

No periodo entre 1985 a 1994, o São Paulo levantou mais de trinta taças. As mais importantes foram o bi-Mundial Interclubes e o bi da Libertadores em 1992 e 1993.

O primeiro Interclubes teve a marca de Raí. Em grande fase, o craque marcou os dois gols na vitória contra o Barcelona. No ano seguinte, foi Müller o nome do jogo na vitória por 3x2 em cima do Milan, marcando o gol do título com o traseiro. Telê Santana foi o treinador da equipe na maioria das conquistas neste perído.

Entre os grandes idolos do São Paulo podemos citar Artur Friendereich, Leônidas da Silva, Valdir Perez (mais de 600 partidas pelo tricolor) e Rogério Ceni (com 1.237 partidas - atleta que mais defendeu o mesmo clube na história do futebol, superando Pelé, do Santos, com 1.117 jogos), Falcão, Cafu, Dario Pereyra, Teixeirinha (jogador que defendeu por mais de 16 anos as cores do clube, entre 1939 e 1956), o Mestre Telê Santana - treinador eternizado pela torcida; e Adhemar Ferreira da Silva, bi-campeão Olimpico do atletismo e Éder Jofre, campeão mundial de boxe.

Memorial

Em 1994, o presidente José Eduardo Mesquita Pimenta pôde, depois de dez meses de planejamento, inaugurar o Memorial do São Paulo, um espaço onde, finalmente, o sãopaulino teria uma noção do tamanho de sua grandeza, com vitórias em todos os tipos de competição. Em 1998, o São Paulo expandiria o conceito do Memorial para que atingisse não somente o torcedor tricolor, mas todos os fãs do esporte. Exposições como "85 Anos de Leônidas da Silva", "Um Traço Tricolor" e "Adhemar Ferreira da Silva, o Atleta de Ouro" apaixonaram sãopaulinos e não-sãopaulinos. No primeiro piso do memorial estão expostos os troféus que o São Paulo ganhou em sua história. O Memorial fica na Av. Giovanni Gronchi, portão 17, e funciona de segunda a sexta (não funciona em dias de jogos).

Confira a História do São Paulo da Floresta.


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br e www.saopaulofc.net.
Página adicionada em 15 de julho de 2006 - atualizada em 05 de julho de 2016.

 

 

Pesquisa personalizada

 

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo