UEFA  HISTÓRIA DA LIGA DOS CAMPEÕES DA UEFA


HISTÓRIA   CAMPEÕES   ARTILHEIROS   O TROFÉU         + CONTINENTAIS

       

Gabriel HannotA idéia de criação

A principal competição europeia de clubes foi lançada um mês após o primeiro congresso da UEFA, que teve lugar em Wien na Austria, a 2 de Março de 1955. Contudo, a então denominada Liga dos Campeões Europeus não surgiu de uma iniciativa da UEFA, que estava mais preocupada em criar uma competição europeia para seleções.

A Taça dos Clubes Campeões Europeus foi uma idéia do então diretor do diário desportivo francês L'Équipe, Gabriel Hanot (foto ao lado). A sua sugestão, em Dezembro de 1954, tendo em vista a criação de uma competição europeia inter-clubes, foi recebida com entusiasmo pela então recém fundada UEFA. O jornal francês L'Equipe e o seu editor, Gabriel Hanot, passaram a desenhar uma competição continental destinada aos clubes. Hanot, em conjunto com o colega Jacques Ferran, projetaram a nova competição que seria disputada nas noites de quarta-feira.

O primeiro torneio

A competição idealizada pelo L'Equipe, iniciada em setembro de 1955, não obrigava a que os participantes fossem campeões nacionais, funcionava sim por convites aos clubes que geravam maior interesse junto aos torcedores tanto que das 16 equipes, apenas RSC Anderlecht, AGF Arhus, Djurgardens IF FF, Milan AC, Real Madrid CF, Stade de Reims e SC Rot-Weiss Essen eram campeões nacionais. Sporting Lisboa, Partizan Belgrado, MTK Budabest, Servette, Hibernian, Gwardia, Rapid Wien, PSV Eindhoven e Saarbrucken foram as convidadas. Nenhum representante inglês participou da primeira edição; a equipe do Wolverhampton Wanderers FC recusou o convite por se achar a melhor equipe européia da época após jogos amistosos com vitória sobre ao Honvéd e ao Spartak Moscou.

Os representantes dos 16 clubes que confirmaram presença no torneio foram convidados para uma reunião que teve lugar nos dias 2 e 3 de Abril de 1955 e as regras do L'Equipe foram aprovadas por unanimidade.

O primeiro jogo da Taça dos Clubes Campeões Europeus aconteceu em Lisboa, no qual o Sporting empatou por 3 a 3 com o FK Partizan. A equipe jugoslava venceu o segundo jogo em Belgrado por 5 a 2 e classificou-se para a próxima fase eliminatória

Os jogos do Real Madrid - o primeiro campeão
Real Madrid comemora a conquista
O Real celebra a conquista. Foto: Divulgação/UEFA

Na primeira fase eliminatória, o Real venceu com facilidade o Servette por 2x0 e 5x0 passando para as quartas de final. O adversário das quartas-de-final foi o FK Partizan, equipe que, juntamente com o Sporting, deu o pontapé inicial da competição. O primeiro jogo entre os iugoslavos e espanhóis teve lugar no Santiago Bernabéu em pleno dia de Natal, com vitoria do Real por 4 a 0. Na segunda partida deu Partizan 3 a 0.

Nos jogos da semifinal o Real bateu o poderoso Milan do "histórico" trio "Gre-No-Li", formado por Gunnar Gren, Gunnar Nordahl e Nils Liedholm, vencendo a primeira partida por 4 a 2, perdendo o jogo de volta por 1x2.

Os franceses do Stade Reims foram os adversários na final disputada a 13 de Junho de 1956, no Parque dos Príncipes, tendo deixado pelo caminho os escoceses do Hibernian FC. Os gauleses pareciam saber aproveitar bem o fator casa, uma vez que chegaram a estar vencendo por 2 a 0 e, posteriormente, por 3 a 2, através de um gol de Michel Hidalgo. Mas com o talentoso Di Stéfano, o meia Paco Gento e o atacante Héctor Rial todos em plena forma, o Real Madrid reverteu o placar. Manuel Marquitos empatou a partida, antes de Héctor Rial assinalar o sétimo gol de um jogo emocionante. Final: Real Madrid 4 x 3 Stade Reims.

Mudança no formato da competição

A Taça dos Campeões Europeus era apenas disputada em eliminatórias até que o formato e o nome foi alterado em 1992/93, ano da criação da UEFA CHampions League (Liga dos Campeões). Nesse ano, a competição começou com três eliminatórias, passando os vencedores a uma fase de grupos, com dois grupos de quatro equipes, que se enfrentaram em jogos de ida e volta. Os vencedores dos grupos disputaram a final. Na temporada seguinte, foi utilizado um formato semelhante, com a adição de uma semi-final entre os dois primeiros de cada grupo. A popularidade e o sucesso da fase de grupos permitiu à competição crescer, com jogos em toda Europa nas noites de terça e quarta-feira.

Ao longo dos anos mais fases eliminatórias e fases de grupo foram adicionadas a competição e, aquilo que hoje se tem com o nome Liga dos Campeões, nada tem de concreto pois, as equipes participantes não são obrigatóriamente campeãs nacionais.


Sidney barbosa da SilvaPesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Fonte: UEFA.com; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 18/Março/2008; atualizada em 03/Junho/2016.

 

 

Pesquisa personalizada

 

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo